Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Tenda do Artesanato traz produção de MS e Alagoas e artesãos fazem peças no local

  • 28 jul 2017
  • Categorias:Geral

Bonito (MS) – O artesão bonitense Nilson dos Santos há quinze anos deixou o trabalho da construção civil para se dedicar à produção de bichos do pantanal entalhados em madeira. No começo tinha dúvidas se conseguiria vender sua produção. “Minha primeira peça foi uma águia, que fiz por hobby. Uma universidade do Rio de Janeiro comprou, depois consegui vender um tatu para uma cliente e depois de 4 anos passei a fazer somente esculturas em madeira”, contou.

No dia-a-dia da cidade turística, ele expõe suas peças na calçada da Casa do Artesão de Bonito, mas especialmente para o 18º Festival de Inverno de Bonito, ele está demonstrando seu trabalho na Tenda do Artesanato. E garante que quem fizer uma encomenda, em dois dias leva seu bicho preferido para casa. “Faço peças em miniatura até dois metros, e a madeira de lei utilizada de matéria-prima é totalmente legalizada. Os fazendeiros ou me vendem ou doam, quando encontram alguma árvore caída”, explicou. Ele faz todos os bichos do Pantanal, e é o único escultor de Cotia do Brasil.

Além deste artista da cidade, está em exposição a produção de tecelagem de Caarapó , seus mantos, ponchos e baixeiros de lã de carneiro e lã sintética, artigos provenientes do bagaço da cana de Naviraí, que se transformam em ipês de papel mache, bandejas, fruteiras, mandalas , e mesinhas. A produção susentável reutiliza a matéria-prima das usinas de açúcar e álcool da região. O bagaço da cana é coado e misturado com cola, grude e polvilho e depois amassado e moldado de acordo com a peça desejada.

Associações de Artesãos de Mato Grosso do Sul também estão presentes expondo a diversidade da produção artesanal do Estado. Para Lorna D’ávila, representante da Proarte de Campo Grande, estar no festival é uma grande oportunidade de divulgar o trabalho dos artesãos do Estado para pessoas de todo o Brasil. E a artesão de Alagoas, Cilene Nascimento, também concorda. “Trouxemos o artesanato do interior de Alagoas e peças produzidas por mulheres do Sistema Prisional do nosso Estado”, explicou.

O visitante encontra o tradicional bordado Filé Alagoano aplicado em esculturas de madeira, como jangadas, e vestimentas. A Tenda do Artesanato do 18º Festival de Inverno de Bonito fica aberta na Praça da Liberdade das 9h às 22h.

Gisele Colombo

Fotos Ricardo Gomes