Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Semana Pra Dança começa hoje com Workshops gratuitos

  • 16 ago 2016
  • Categorias:Dança

Campo Grande (MS) – A Semana Pra Dança 2016 começa nesta terça-feira, dia 16 de agosto, com uma extensa programação de workshops para os bailarinos, estudantes e amantes da dança. A primeira oficina será ministrada hoje, das 14 às 16 horas, no Espaço FNK. É o Workshop de House Dance com a Cia Kahal (SP).

“House dance” é uma “Social Dance” dançada inicialmente seguindo as batidas da chamada “House Music” (estilo de música eletrônica) a qual tem suas raízes nos clubes de Chicago e Nova Iorque. Os elementos principais da dança são “Footwork” e “Jacking”. O público alvo são dançarinos a partir de 12 anos com breve conhecimento em danças. Vagas: 35.

Acontece também nesta terça-feira, ainda com a Cia Kahal, de São Paulo, o Workshop de Hip Hop Comercial, que será ministrado por Henry Camargo, das 16h30 às 18h30. Vídeo Dance é um dos estilos de dança mais vistos em vídeo clipes e shows dos últimos tempos. O objetivo da aula é montar uma sequência de passo que, com a música, formam uma coreografia pronta para o palco ou vídeo. A movimentação emprega técnicas de outras modalidades combinando força, leveza, interpretação, sensualidade e atitude. O público alvo são dançarinos a partir de 12 anos de idade com breve conhecimento em danças. Vagas: 35. Local: Espaço FNK.

Amanhã, quarta-feira (17 de agosto) acontece o Workshop de Técnica de Dança na Contemporaneidade, com Renata Leoni, da Ginga Cia de Dança (MS). Renata Leoni é produtora cultural, diretora/coreógrafa e intérprete em dança contemporânea. Pós-graduada em dança, é co-diretora da Ginga Cia de Dança, integra o Conectivo Corpomancia, colabora com a Cia Dançurbana, faz parte da produtora Arado Cultural e é membro do Movimente – Rede de artistas da dança de Campo Grande – MS.

Orientados para a prática do movimento, os conteúdos da oficina envolvem três dimensões: o que se move (o corpo), onde se move (o espaço) e como se move (as qualidades de movimento). O público alvo são estudantes de dança. Vagas: 20. O workshop será realizado na Sala Conceição Ferreira – Centro Cultural José Octávio Guizzo, das 16 às 18 horas.

Logo após, das 17 às 19 horas, será realizado o Workshop de Ballet Clássico com Selma Cantizani Azambuja Pereira, da Cia Verso (MS). Selma é formada pela Royal Academy of Dancing, professora de Ballet clássico há 28 anos. A oficina, nível iniciante, que tem como objetivo ensinar os princípios fundamentais do ballet clássico. O público alvo são jovens a partir de 12 anos. Vagas: 20. O workshop acontece na Associação de Moradores da Coophavila II (AMOC II).

Na quinta-feira, 18 de agosto, é a vez do Workshop Dramaturgia e Expressividade A Experiência em “TEM TREM?”, com Jair Damasceno, do Funk-se (MS). Jair é diretor, ator, dramaturgo e compositor coreográfico. Trabalha com Processos Criativos em Artes Cênicas e Música e desenvolve pesquisas na área de Tecnologia Teatral, incluídos no “Laboratório de Criação e Expressão Cênicas”. Desde 2009 faz a Preparação Teatral, Direção de Movimento e Dramaturgia dos espetáculos do Grupo Funk-se.

O objetivo da oficina é demonstrar como os elementos da dramaturgia foram explorados na montagem a partir do complexo jogo entre os vários elementos presentes no Processo Criativo, como: temáticas; objetivos artísticos; criação coreográfica e preparação do elenco. O público alvo são preferencialmente Artistas Cênicos, Arte Educadores e público que tenha assistido ao espetáculo “TEM TREM?”. Vagas: 25. A oficina acontece na Sala Conceição Ferreira – Centro Cultural José Octávio Guizzo, das 16 às 18 horas.

Ainda na quinta-feira, das 17 às 19 horas, na Associação de Moradores da Coophavila II (Amoc II), acontece o Workshop de Vídeo – Dancecom Thiago Mendes, da Expressão de Rua (MS). Thiago é artista da Dança, graduado em Educação Física e pós-graduado em Dança e Expressão Corporal. É professor de danças urbanas na DUO Escola de Dança (antiga Escola Gisela Dória), Membro da Cia. Dançurbana e intérprete-criador no Grupo Expressão de Rua.

O vídeo-dance se caracteriza pela liberdade de movimentação, sem se prender a uma só técnica específica. Um hibridismo das danças urbanas, com movimentações de Jazz, de Capoeira, de ballet e de outras danças. O público alvo sãp jovens acima de 13 anos com alguma experiência em danças urbanas. Vagas: 50.

Na sexta-feira, dia 19, é a vez ddo Workshop: BURACOS e outros pensamentos coreográficos, ministrado por Elisabete Finger, de Foz do Iguaçu. Elisabete éperformer e coreógrafa. Foi uma das bolsistas-residentes na Casa Hoffmann (Curitiba, 2004), fez parte da Formação Essais – Artiste Chorégraphe no Centre National de Danse Contemporaine d’Angers (França, 2005/2006), e concluiu em 2012 o Programa Soda – Solo/ Dance/Authorship, mestrado em dança pela HZT/UdK (Berlim, 2010/2012).

Inventar: uma anatomia, um corpo, uma prática, uma situação, uma ação. Delirar: uma anatomia, um corpo, uma prática, uma situação, uma ação. Este workshop é uma forma de partilhar experiências e intranquilidades coreográficas presentes nos processos de criação mais recentes (BURACO e O.): perguntas, referências, práticas geradoras de nada, práticas geradoras de movimento, modos de observar, coletar, editar, costurar e jardinar materiais na cena. O público alvo são criadores ou interessados em processos criativos em arte contemporânea acima de 16 anos. Vagas: 15. A oficina acontece na Sala Conceição Ferreira – Centro Cultural José Octávio Guizzo, das 14 às 18 horas.

Fabiana Cavalcante é integrante da Cia Isa Yasmin de e professora do Estúdio Isa Yasmin e Malabie, percussionista e coreógrafa. Ela vai ministrar workshop sobre movimentos básicos da dança oriental árabe e ritmos. O público alvo são mulheres a partir de 13 anos. Vagas: 30. A oficina acontece na Associação de Moradores da Coophavila II (AMOC II), das 17 às 19 horas.

A participação em todos os workshops é gratuita. Para se inscrever, basta enviar e-mail para semanapradanca@gmail.com , colocar no assunto do e-mail o nome do workshop, e inserir no corpo da mensagem o nome e telefone do interessado.