Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Sectei inicia treinamento de pareceristas através de web conferências

  • 04 fev 2016
  • Categorias:Geral

Campo Grande (MS) – A secretaria de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação começou essa semana o treinamento dos pareceristas que vão analisar os projetos que buscam recursos dos 9 editais lançados no final do ano passado. Todo o treinamento está sendo feito através de web conferências uma vez que, dos 77 habilitados, apenas 9 são de Mato Grosso do Sul. No total serão realizadas 8 web conferências até o final de fevereiro. Hoje de manhã a reunião foi voltada para os editais do audiovisual e do Fundo de Investimentos Culturais (FIC) nas áreas do audiovisual, museus, patrimônio, arquivo e biblioteca. Doze pareceristas conversaram em tempo real com o secretário Athayde Nery, a secretária adjunta Andréa Freire, o superintendente do FIC, Ricardo Maia, a coordenadora do Museu da Imagem e do Som, Marinete Pinheiro, e o gerente de patrimônio da Fundação de Cultura, Caciano Lima.

IMG_7255

O secretário Athayde Nery fez questão de ressaltar a importância dos profissionais nesse processo de transparência. “Estamos inaugurando uma nova forma de fazer cultura em Mato Grosso do Sul e vocês são peças fundamentais nesse processo. A partir do trabalho dos pareceristas, os proponentes vão saber o porquê da aprovação ou não dos projetos.”

A web conferência foi aberta pela secretária adjunta Andréa Freire e pelo superintendente do FIC, Ricardo Maia que lembrou das oficinas realizadas nos municípios para tirar dúvidas sobre a elaboração dos projetos a serem apresentados. “Estivemos em 8 municípios polos do Estado para levar a informação e tirar qualquer tipo de dúvida sobre a forma dos projetos. Esperamos agora com a liberação desses recursos através desses editais promover a formação e a circulação de bens culturais por todas as regiões de Mato Grosso do Sul.”

IMG_7243

Cada um dos pareceristas está habilitado a análise em 3 áreas diferentes. Eles foram selecionados em um processo que avaliou a experiência artística, a experiência em análise de projetos culturais e também a formação acadêmica e técnica de cada inscrito. Três parecerista julgarão o mérito de cada projeto, porém é o Conselho Estadual de Cultura que tomará a decisão final dos projetos selecionados por cada edital, após avaliar se os setoriais e municípios foram atendidos em conexão com a política cultural de Mato Grosso do Sul.

IMG_7248

IMG_7240

A secretária adjunta , Andréa Freire, destaca alguns pontos importantes desse processo que começa com a presença dos pareceristas. “ Em primeiro lugar é preciso ressaltar a relevância da impessoalidade e transparência nas decisões; a inovação no sentido de alcançar um novo patamar e uma mentalidade de proponentes capazes de oferecer à sociedade local projetos relevantes para serem contemplados com recursos públicos; e por fim o compromisso com propostas culturais que buscaram superar formas primárias para acessar o dinheiro público”.

IMG_7238

A Secretaria de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação (Sectei) convidará posteriormente os proponentes, equipes técnicas administrativas e colaboradores dos projetos que não obtiveram êxito na seleção do FIC deste ano, para debater as dificuldades encontradas e possíveis soluções para a elaboração cuidadosa de projetos coadunados com a previsão do edital, prevendo objetivos, metas, custos das atividades, profissionais envolvidos e comprovação de capacidade técnica para a execução.