Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Renato Fernandes e Nicanor Parra são os homenageados do FASP 2015

  • 20 ago 2015
  • Categorias:Geral

A cada edição o Festival América do Sul Pantanal (FASP) escolhe personalidades,  que se destacam e contribuem de alguma forma para o desenvolvimento da cultura e da arte  em seus Países, para serem homenageados durante a festa que é  um importante passo rumo à integração cultural e física do continente sul-americano. Em 2015, na 12° edição do FASP,  vai homenagear o bluseiro Renato Fernandes e o poeta e matemático chileno Nicanor Segundo Parra Sandoval.

O músico Renato Fernandes fez história em Mato Grosso do Sul. Chegou em Campo Grande em 77, aos 17 anos, acompanhando o pai, militar. Nos anos 90, à frente da Blues Band, se tornou o primeiro ídolo bluseiro de Campo Grande, compunha letras de blues em português como poucos no País. Décadas depois, já no Bêbados Habilidosos, foi o frontman mais cultuado do Estado. Em fevereiro desse ano, o coração de Renato Fernandes deixou de bater mas, ele continua vivo através de canções como “Amigos de Copo”, “Mutantes”,“Rio de Whisky”, “Blues da Solidão”, cantadas em coro por platéias que têm as músicas dele como hinos.

O músico Márcio de Camillo, um dos curadores do Festival América do Sul Pantanal, ressalta a importância de Renato Fernandes dentro do cenário musical brasileiro. “ Renato conquistou fãs nacionalmente , suas canções viraram clássicos  por terem uma poesia além do normal. “  Renato Fernandes era considerado o mais rebeldes dos músicos sul-mato-grossenses . Rebeldia, segundo Márcio, estampada no seu modo de vida, típico de um bluseiro.

sem-título-1

O chileno Nicanor Segundo Parra Sandoval é matemático e poeta. Aos 101 anos, já consagrado nos países de língua espanhola, Nicanor vive em Las Cruces, um pequeno povoado do Chile. Autor originalíssimo, rompeu convenções e o sistema poético pré-estabelecido. É o criador da “anti-poesia”, termo que revolucionou a literatura do século XX. Em 2011 recebeu o importante Prêmio Cervantes, oferecido pelo Ministério da Cultura da Espanha. E em 2015,  o governo do estado de Mato Grosso do Sul e o Festival América do Sul Pantanal homenageiam o autor que influenciou toda uma geração de poetas rebeldes das Américas  – Nicanor Segundo Parra Sandoval!!

Para o curador do FASP, Márcio de Camillo, é muito importante ressaltar o papel de Nicanor Parra durante o período da ditadura chilena. “Nicanor, ao contrário de muitos outros artistas, não deixou o Chile.  Ficou no País lecionando matemática e trabalhando em prol da liberdade , usando a poesia com arma e por tudo isso se tornou um dos ícones da arte chilena, sendo um dos mais festejados poetas sul americanos dos últimos tempos.”

SOBRE O FESTIVAL

O 12° Festival América do Sul Pantanal é um evento realizado pelo governo de Mato Grosso do Sul, através da Secretaria de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação, entre os dias 20 e 22 de agosto de 2015.  O festival terá diversas atividades culturais nas cidades de Corumbá, Ladário, Puerto Quijarro (Bolívia) e Puerto Suárez (Bolívia) . O objetivo é reunir os países, permitir que se conheçam e que criem e fortaleçam relações, com manifestações artísticas culturais e espaço privilegiado para o pensamento e debate de temas latentes como integração, cultura, turismo, empreendedorismo e inovação.

Nesta décima segunda edição, o festival incorporou ao nome a palavra Pantanal. Resignificar o sentido da existência do evento em sua localidade, destacar a singularidade da região no Brasil e no mundo, ampliar as atrações para além de Corumbá, chegar aos vizinhos Ladário e ao território boliviano de Puerto Suárez e Puerto Quijarro são aspectos relevantes de 2015.

O Festival América do Sul Pantanal insere Mato Grosso do Sul na cadeia produtiva do continente e o intensifica como polo irradiador de cultura. É um momento único, raro e necessário para o encontro, afirmação da autonomia, da diversidade e das relações entre os povos e culturas sul-americanas.

Tania Sother – Sectei