Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Projeto Rota CineMS visita a Casa dos Ventos em Dourados

  • 01 dez 2016
  • Categorias:Geral

Campo Grande (MS) – O projeto Rota CineMS, da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), de 2 a 4 de dezembro, visita a Casa dos Ventos, em Dourados. Foi criada uma programação que soma com a proposta da Casa: o fortalecimento da rede sociocultural e ecológica do Mato Grosso do Sul, a formação e circulação de artistas, educadores, coletivos e comunidade em geral interessados em dialogar com a linguagem da arte e eco educação a partir de uma perspectiva integrada, sustentável e orgânica. Além da exibição de filmes, acontece a oficina de fotografia para câmeras compactas – Memória Inventada, com o fotógrafo e arte educador, Alexandre Sogabe.

A rede cultural e ecológica Casa dos Ventos surgiu em 2012 e se consolidou no cenário cultural de Mato Grosso do Sul como o primeiro espaço colaborativo para criação, difusão e promoção das artes produzidas pelos seus pares. Ela busca através de suas ações promover e disseminar processos orgânicos, em rede e colaborativos a diversos eixos eco educativos e socioculturais.

A casa busca semear novos olhares para o setor criativo sul mato-grossense a partir dos eixos da educação, cultura e o empreendedorismo criativo sustentável. Logo, numa perspectiva ecológica/cultural/social, estimula a convivência com a diferença e com a mistura de línguas e costumes de todos os cantos da América Latina, apoiando e fomentando as mais variadas expressões que constroem o imaginário local.

A Casa dos Ventos já possui uma base física adaptada para aulas, ensaios e práticas de agricultura urbana, cineclubes, ateliê e brechó cênico, além de saraus, rodas de conversa e debates constantes na programação mensal da Casa. Ademais, sua estrutura física, em formato de chácara urbana, voltada para estudos culturais e ecológicos é, também, um modelo pioneiro no estado. Tendo vasta capacidade de ampliação de espaço e melhoria estrutural, a casa se destaca pela sua arquitetura rústica e salas temáticas de uso integrado e colaborativo pelos artistas e educadores que por nela passa.

Os processos de articulação, produção e chamadas públicas para residência artística na Casa dos Ventos é feita principalmente através das mídias sociais e das técnicas do marketing digital. Pela internet, são recebidas propostas de atividades e eventos culturais com entidades de diversos Estados, rompendo, também, as fronteiras latino-americanas.

Atualmente, a Rede cultural e Ecológica Casa dos Ventos foi classificada para o Edital de Cultura de Redes do Ministério da Cultura, sendo o único Coletivo Cultural do Mato Grosso do Sul com aprovação para se tornar o primeiro Ponto de Cultura de Rede do MS.

A Casa do Ventos fica na Rua Olinda Pires de Almeida, 3090, Vila Esperança. Mais informações pelo e-mail: casadosventosdourados@gmail.com ou nos telefones (67) 99602-6227 ou  99253-5955.

Acompanhe a programação:

Exibição de filmes

Dia 02/12 – sexta 

TAPETE VERMELHO

Classificação indicativa: 10 anos

Sinopse: Na infância, Quinzinho viveu uma experiência inesquecível quando seu pai o levou ao cinema para assistir a uma comédia de Mazzaropi. Anos depois, disposto a cumprir a todo custo uma promessa feita ao pai, Quinzinho parte pelo interior de São Paulo levando filho, mulher e burrico a tiracolo, em busca de uma sala de cinema onde possa replicar a experiência vivida na infância. Mas os tempos mudaram, e a tarefa, aparentemente simples, será muito mais difícil do que ele imaginava.

Ficha técnica: 2006, Comédia, 102 min, Direção Luiz Alberto Pereira, Elenco Matheus Nachtergaele, Vinícius Miranda, Gorete Milagres, Rosi Campos.

Local: AJI – Ação de Jovens Indígenas (reserva indígena Bororó)

Público: Infanto/juvenil

Horário: 14h

 

MOSTRA DE ANIMAÇÃO INFANTIL BRASILEIRA – LENDAS E FOLCLORES

Classificação indicativa: Livre

Sinopse: Por possuírem conteúdo sensível e inteligente, as animações nacionais são ricas em mensagens positivas e reflexivas, que representam nossa sociedade e cultura e ajudam as crianças a exercitar sua imaginação e a valorizar a cultura nacional.

Duração: 1h

Local: Casa de reza Floriza e Jorge (reserva indígena Jaguapiru)

Público: Infanto/juvenil

Horário: 18h

 

Dia 03/12 – sábado 

PLANURAS

Classificação: Livre

Sinopse: A partir da ressignificação mítica, imaginária, histórica e do testemunho de seus residentes, o filmensaio PLANURAS revela uma paisagem que delira; com seu ciclo de inundações extremas. Tal fenômeno determina uma cultura singular de resistência e constante adaptação para o homem que ali vive desde os tempos mais remotos. O cenário é a vastidão da maior planície inundável da Terra, o Pantanal.

Ficha Técnica: Argumento, Direção e Direção de Fotografia: Maurício Copetti, Duração: 49 minutos

Local: Casa dos Ventos

Público: comunidade em geral

Horário: 19h

Dia 04/12 – domingo

SÓ DEZ POR CENTO É MENTIRA

Classificação: Livre

Sinopse: um original mergulho cinematográfico na biografia inventada e nos versos fantásticos do poeta sulmatogrossense Manoel de Barros. Alternando sequências de entrevistas inéditas do escritor, versos de sua obra e depoimentos de “leitores contagiados” por sua literatura o filme constrói um painel revelador da linguagem do poeta, considerado o mais inovador em língua portuguesa.

Ficha Técnica: Direção Geral: Pedro Cezar, Duração: 1h20min

Local: Casa dos Ventos

Público: comunidade – público em geral

Horário: 19h

 

 

Oficina de fotografia para câmeras compactas – Memória Inventada

Fotografia I:  Câmera amadora  e Compacta (10h)

Ministrante: Alexandre Sogabe, fotógrafo e arte educador da FCMS

Sinopse: A obra de Manuel de Barros é repleta de referências à imagens. Traço tão marcante que um de seus livros se chama Ensaio Fotográfico (2001). De outro lado, o fotógrafo e professor Alexandre Sogabe se interessa visualmente pelo “abandono das coisas”, pela passagem do tempo, para o olhar da beleza de pequenas coisas. A oficina Fotografia Memória Iventada, busca aproximar a técnica fotográfica da imaginação, num exercício de aprender a prender imagens. Destinado a introduzir os participantes nas convenções sobre uso de câmeras e linguagem fotográfica por meio de atividades teóricas e práticas, o primeiro bloco apresenta as configurações básicas de medição e controle de luz para fotografia. E ainda as convenções de enquadramento e composição essenciais.

Conteúdo: Balanço de Branco, ISO, Fotometria, Composição: Enquandramento e regra dos terços.  Valor de exposição, medição de foco e medição de luz.

Equipamento compatível: Câmeras compactas, semiprofissionais, profissionais e câmeras de dispositivos móveis/celulares (sistema Android, App Open Câmera).

Material: oficina oferece uma apostila e o aluno deve levar sua câmera e materiais para anotações.

Vagas: 30, a partir de 14 anos.

Data: 03 e 04/12 – sábado e domingo

Horário: 8h30 às 12h e das 14h as 17h30

Local: Casa dos Ventos