Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Música sertaneja dá tom do Festival Arraial da Concha neste fim de semana

  • 03 jul 2019
  • Categorias:Geral

Campo Grande (MS) – A música sertaneja vai dar o tom do Festival Arraial da Concha, realizado pela Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) no Parque das Nações Indígenas, das 18h às 22h, no próximo fim de semana. A festança continua na sexta-feira (05/07) com as duplas Jacson e Jaderson, Fred e Guilherme e também Lorenzo Castro. No sábado (06/07), os shows ficam por conta de Marlon Maciel, Alex e Yvan e Gilson e Júnior e no domingo sobem ao palco Larissa e Mariana, Ana Karla e Rapha e Léo. Além das atrações musicais, na Concha Acústica Helena Meirelles, o público também encontra artesanato, produtos da economia criativa e gastronomia típica das festas julinas. A entrada é franca.

Jacson e Jaderson – Fred e Guilherme – Lorenzo Castro

Jacson e Jaderson está há 20 anos na estrada levando ao público o chamamé. A dupla é de Sidrolândia e já se apresentou em diversos programas de TV de Campo Grande. O trabalho mais conhecido da dupla é “Amor de Chamamezeiro”.

Fred e Guilherme é uma dupla com integrantes sul-mato-grossense e paranaense, mistura de dois estados que já provaram várias vezes a vocação para produzir sertanejos. Frederico Basoti nasceu em 13 de janeiro de 1988, em Marigá/PR, passou a infância em um sítio em Malu, distrito da cidade de Terra Boa/PR. De raízes sertanejas, com referências de Zezé de Camargo e Luciano, Leandro e Leonardo, Rick e Renner, Gian e Giovani, entre outros, aos 15 anos começou compor e apresentar interesse pela sanfona.

Guilherme Fabris nasceu em Campo Grande/MS em 27 de março de 1989. O sonho de cantar iniciou-se aos 11 anos quando ganhou o primeiro violão. Sempre fã da música sertaneja, aos 15 anos de idade ganhou uma viola caipira, inspirado por grandes modas do saudoso Tião Carreiro.

Lorenzo Castro é de Belo Horizonte (MG). Aos 21 anos viu a oportunidade de iniciar a carreira profissional ao se mudar para Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul. Aos 16 anos, começou a se apresentar para os amigos e pequenos públicos. Seu trabalho “Divisor de Águas”, levou ao público um álbum e vídeos gravados durante um show em Uberlândia (MG), no início de 2018. Os registros contaram com a participação de grandes nomes nacionais, como Naiara Azevedo, Pedro Paulo & Alex, Tati Zaqui, Day & Lara, entre outros, além da cantora colombiana Duina del Mar.

Marlon Maciel – Alex e Yvan – Gilson e Junior

Marlon Maciel é músico, acordeonista e compositor. Em 1988, por meio do acordeon, começou sua carreira musical no Grupo Musical Uirapuru, onde permaneceu quatro anos e meio. Em 1993, fundou e atuou por mais onze anos no Grupo Canto da Terra, onde gravou 7 CDs, incluindo composições de autoria própria que marcaram muito sua caminhada, como “Sarandeio – É o Canto da Terra”, “Vaneira do Canto”, “Te Vejo Regressar”, “Uma Noite Sem Você” (com diversas regravações dentro e fora do estado), entre outras. Atualmente Marlon Maciel se apresenta acompanhado por um grupo de músicos, denominado Grupo Trem Pantaneiro pronto para levar ao público toda musicalidade regional e sertaneja em bailes, shows e apresentações diversas. Marlon Maciel esteve presente no ano de 2018 e 2019 na maior festa do Chamamé da América do Sul, a Fiesta Nacional del Chamamé de Mercosul, realizado todos os anos na cidade de Corrientes, na Argentina.

Alex e Yvan inicia sua trajetória musical em 2005 na cidade de Bodoquena. A dupla possui dois DVDs e três CDs gravados. O grande sucesso com seu público lhe renderam convites para apresentações em programas como Raul Gil por duas vezes e Terra da Padroeira. Em 2016 saem em turnê no Japão encantando o público japonês.

Em 16 anos de carreira, Gilson e Junior se consagram com vários sucessos musicais misturando a atitude sertaneja, estilo próprio e humor musical. O primeiro sucesso gravado ao vivo em 2001, “Carminha”, alavancou a carreira da dupla e foi o ponto de partida para o primeiro álbum intitulado “Gilson e Junior no bailão”, lançado pela produtora e gravadora Pantanal Discos, que inclusive os levou a cantar na festa do Peão em Barretos em São Paulo. A dupla Gilson e Junior leva ao público canções do sertanejo do universitário ao modão.

Larissa e Mariana – Ana Karla – Rapha e Leo

A história da dupla Larissa & Mariana iniciou no ano de 2011, em Campo Grande. Apresentadas por um amigo, as duas se uniram e começaram a cantar juntas. Larissa teve o seu primeiro contato com a música aos 8 anos de idade. Em 2008, por incentivo de um professor, a jovem começou a fazer aulas de violão e se dedicar a sua grande paixão, que é a segunda voz. Seu gosto musical sempre foi voltado ao sertanejo, tendo como influência artistas como: Zezé di Camargo e Luciano, Rick e Renner, Crystian e Ralf, Patrícia e Adriana, entre outros. Mariana Morais, é de Glória de Dourados e teve seus primeiros contatos com a música aos 12 anos quando começou a fazer aula de violão. Com um gosto musical bem eclético, suas influências vão do MPB ao Sertanejo: Adriana Calcanhotto, Ana Carolina, Roberto Carlos, Maiara & Maraisa, Chitãozinho & Xororó, entre outros.

Ana Karla é de Glória de Dourados, e já apresentou-se no Paraná, Mato Grosso e São Paulo. Já tocou também junto com a dupla amambaiense Renato Reis e Renan, em Sete Quedas. Aos 11 anos participou de um Festival estudantil onde foi a vencedora, a partir deste, começou a receber convites, e com 12 anos passou a cantar profissionalmente com carreira solo. Aos 14 anos, gravou um CD com produção independente, com 12 músicas inéditas de sua própria autoria.

Em 2015, Rapha e Leo decidiram unir os talentos e formar a dupla sertaneja. Dentre as influências de Rapha & Leo, estão os astros Almir Sater, Mato Grosso e Mathias, Zezé de Camargo e Luciano, Luan Santana, Tangará e Zé Viola.

Serviço: A Concha Acústica Helena Meirelles fica no Parque das Nações indígenas, na Rua Antonio Maria Coelho, 6000. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3314-2030.