Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Museu da Imagem e do Som participa da Primavera dos Museus com a Mostra de Cinema Paraguaio

  • 20 set 2016
  • Categorias:Cinema

Imagem do documentário “Los Paraguayos” (Divulgação)

Campo Grande (MS) – O Museu da Imagem e do Som, unidade da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, participa da Primavera dos Museus com a Mostra de Cinema Paraguaio, que será realizada nos dias 22 e 23 de setembro, próxima quinta e sexta-feira, às 19 horas, com entrada franca.

Serão exibidos os documentários “Los Paraguayos”, com direção de Marcelo Martinessi, de 2006, com 54 minutos, rodado no Paraguai e “Cuchillo de Palo”, com direção de Renate Costa Perdono, de 2010, com uma hora e trinta e cinco minutos, rodado na Espanha.

Los Paraguayos fala sobre a guerra do Paraguai e o país na contemporaneidade. “MUERO CON MI PATRIA” teria dito o Marechal Solano López, quando morria na guerra do Paraguai em 1870. No entanto, sua pátria sobreviveu e continuou fazendo heróis através da História. Os Paraguaios parte dos primórdios da nação guarani para o Paraguai contemporâneo: historiadores, antropólogos, escritores e artistas tentam desatar os nós de uma realidade cheia de contrastes.

“Cuchillo de Palo” aborda a inestigação da misteriosa morte de Rodolfo Costa, tio da diretora deste documentário, perseguido pela ditadura Alfredo Stroessner no Paraguai, nos anos 80, por conta de sua orientação sexual. Conhecido por conta de sua alegria, ele foi o único de seus irmãos que decidiu não seguir a profissão de seu pai e quis se tornar bailarino. Usando a própria memória e entrevistando pessoas que viveram nessa época, a cineasta faz uma grande descoberta: seu tio fazia parte da “lista dos 108”, um grupo de homossexuais que foram preseguidos, presos e torturados pelo regime.

filme-cuchillo-de-palo
Cartaz do filme Cucillo de Palo (Divulgação)

A 10ª Primavera dos Museus

A “10ª Primavera dos Museus” deste ano terá o tema “Museus, Memória e Economia da Cultura”. Como de costume, a edição 2016 da Primavera dos Museus acontece no início da estação homônima, quando museus brasileiros são convidados pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) a desenvolver uma programação especial em torno do tema sugerido, chamando a comunidade a refletir, discutir e trocar experiências sobre ele. O tema escolhido para este ano destaca o importante papel social desempenhado pelos museus na promoção de trocas simbólicas, culturais, de saberes e de experiências, assim como sua contribuição para a dinamização da cadeia produtiva da cultura de modo sustentável.

Os objetivos da Primavera dos Museus são promover, divulgar e valorizar os museus brasileiros; aumentar o público visitantes e intensificar a relação dos museus com a sociedade. Os resultados já obtidos com eventos anteriores são o aumento médio de 18% ao ano da participação dos museus desde a primeira edição e o aumento de 21% ao ano no número de eventos cadastrados.

A 1ª Primavera dos Museus ocorreu em 2007, com 300 museus inscritos e 874 eventos. Em 2014, sua 8ª edição contou com a participação de 761 museus e 2.436 atividades.

Em Mato Grosso do Sul participam 55 instituições museológicas de 25 municípios, entre eles Amambai, Aquidauana, Bela vista, Caarapó, Campo Grande, Corumbá, Coxim e Dourados. A abertura oficial acontece em Campo Grande no dia 20 de setembro, terça-feira, às 19 horas, no Museu de Arte Contemporânea, com a exibição do vídeo “Cultura e Museus nas cidades criativas”, da economista Ana Carla Fonseca; o lançamento da programação em “Homenagem ao poeta Manoel de Barros no centenário de seu nascimento”; o lançamento do Edital “Desenho Verbal da Imagem”, a apresentação Poética “O retrato do artista quando coisa”, do Grupo Teatral Casa e apresentação de Danças Urbanas com a coreografia “Terra de Ninguém”, do Armazém 67.

A programação geral dos museus participantes em MS se encontra disponível no site http://guiadaprogramacao.museus.gov.br/ . Todos os eventos da 10ª Primavera dos Museus são abertos ao público e gratuitos.