Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Debate sobre a violência contra os jornalistas abre a Mostra Cinema e Imprensa

  • 04 abr 2017
  • Categorias:Cinema

Campo Grande (MS) – Foi aberta na noite desta segunda-feira (3), no Museu da Imagem e do Som, a segunda edição da Mostra Cinema e Imprensa, realizada em parceria com o Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso do Sul. Foi exibido o filme “O Mensageiro”, com direção de Michael Cuesta e a debatedora convidada foi Marta Ferreira, presidente do Sindjor-MS, que falou sobre a violência contra os jornalistas.

Entre o público presente estavam estudantes de jornalismo, jornalistas da mídia local e demais integrantes da sociedade. As amigas Flávia Andrade, jornalista, e Patrícia Mendes, assessora de imprensa, vieram a convite da coordenadora do MIS, Marinete Pinheiro. Elas não vieram na mostra do ano passado, mas se interessam pelo tema. “Viemos pela importância de discutir a profissão, é um tema bem atual, na situação hoje no país a profissão vem sofrendo muito com isso. A violência não é só física como verbal, então é importante discutir isso”, diz Patrícia.

A jornalista Natália Moraes ficou sabendo da mostra pela ampla divulgação que teve na imprensa local e mídias sociais. “Eu gosto de filmes, sempre que tem as mostras no MIS eu venho. Este é um momento para refletir sobre nossas ações. As pessoas têm a ilusão de que a nossa profissão é glamourosa, mas enfrentamos muitos percalços, muitas vezes abordamos assuntos que exigem comprometimento, como a corrupção, temos que apurar a notícia, as rotinas são precarizadas e desgastantes e os salários, abaixo do piso. Às vezes abordamos assuntos que lidam com o poder, com a violência, é importante discutir o tema pela questão da liberdade de imprensa”.

Para a coordenadora do MIS, Marinete Pinheiro, a Mostra é uma possibilidade de debater o papel da imprensa na sociedade. O curador da Mostra, o jornalista, radialista e ex-presidente do Sindjor-MS, agradeceu ao MIS e ao Sindicato pela parceria e oportunidade concedida para selecionar os filmes. “É uma satisfação o Sindicato estar envolvido nessa Mostra. Optamos por produções menos famosas, mas não menos importantes. Dia 7 de abril será comemorado o Dia do Jornalista. Aproveitem os filmes e a data para refletir com os debates que serão realizados”.

Para Marta Ferreira, presidente do Sindjor-MS, a estrutura de liberdade de imprensa no país é bastante falha. “Somos o 104º país em liberdade de imprensa no mundo. A gente não estaria nunca na posição em que o protagonista se encontra porque a liberdade de imprensa aqui é precária. Temos uma interatividade boa com o leitor hoje, que nos mostra um caminho que não conseguimos ver. O leitor reclama muito e com razão, pois com a internet o trabalho ficou mais automatizado”.

Marta fala que veículos alternativos podem ser um caminho para a democratização do conteúdo. “Com a informação subordinada ao capital, não conseguimos fazer a informação chegar a quem interessa. O conteúdo padrão não consegue chegar no que as pessoas querem de verdade, nosso conteúdo ainda não é plural. Projetos alternativos são veículos enormes para serem explorados”.

Sobre a parceria com o MIS, a presidente do Sindjor-MS se diz satisfeita pelo espaço, que proporciona a possibilidade do debate público de ideias sem censura. “A gente é super agradecida ao convite, de ter esse espaço para debater assuntos sobre os quais não se fala no dia-a-dia. Este é um espaço público de diálogo com a sociedade. Esse espaço é nosso, é público, e nós temos a liberdade de discutir aqui nossas ideias”.

A Mostra continua ao longo desta semana, exibindo filmes com temáticas em que a imprensa e a mídia estão presentes, proporcionando uma oportunidade de debate e reflexão sobre o papel da imprensa na sociedade. Confira abaixo a sinopse dos filmes e os debatedores de cada dia de exibição: 

Dia 04/04 – Terça-Feira

FACES DA VERDADE – Rod Lurie (2008) – 19 horas

Tema: O direito do jornalista ao sigilo das fontes

Convidada: Evelin Araújo, jornalista da editoria de Transparência do Midiamax

Sinopse: Pensando no Prêmio Pulitzer e na possibilidade de derrubar um presidente, a colunista política de Washington D.C Rachel Armstrong (Kate Beckinsale) escreve que o Presidente ignorou as descobertas de uma operação secreta da CIA ao ordenar ataques aéreos contra Venezuela. Rachel nomeia a agente Erica Van Doren (Vera Farmiga), uma mulher cuja filha mais nova estuda na mesma turma do filho de Rachel. O governo logo pressiona Rachel a dizer quem foi a sua fonte. Ela é detida por desobediência quando se recusa. Ela não vai mudar de idéia e os dias vão se acumulando. Da mesma forma, o caos domina a vida de Van Doren. A Primeira Emenda versus a segurança nacional, casamento e maternidade versus separação. Qual é o valor de um princípio?

Dia 05/04 – Quarta–Feira

AUSÊNCIA DE MALÍCIA – Sidney Pollack (1981) – 19 horas

Tema: Calúnia, difamação e retratação na imprensa

Convidado: Marcos Paulo Silva, integrante da Comissão de Ética do Sindjor-MS

Sinopse: Mike Gallagher é um atacadista de bebidas alcoólicas de Miami cujo pai é um mafioso local. Quando seu pai falece, o FBI entende que ele é o principal suspeito do crime. Mesmo sem ter provas, um promotor vaza uma falsa história de que o rapaz está envolvido no assassinato e a vida do homem começa a desmoronar.

Dia 06/04 –  Quinta-Feira

CONSPIRAÇÃO E PODER – James Vanderbilt (2016) – 19 horas

Tema: Jornalismo político, o furo de reportagem e suas pressões editorais.

Convidado: Victor Barone, editor de Política do jornal O Estado de MS

Sinopse: A produtora da CBS Mary Papes (Cate Blanchett) suspeita que o presidente George W. Bush usou a influência de seu sobrenome e acionou seus contatos para não combater na Guerra do Vietnã. Com a ajuda de uma fonte, ela consegue os documentos necessários para a comprovação da denúncia e leva a história ao ar no programa 60 Minutes, apresentado pelo lendário Dan Rather (Robert Redford). Ao invés de abalar a campanha de reeleição de Bush, no entanto, o que se vê após a exibição é um processo de descrédito das informações que coloca em xeque todo o trabalho da equipe de reportagem.

Dia 07/04 – Sexta-Feira – 19 horas

VERONICA GUERIN – O CUSTO DA CORAGEM – Joel Schumacher (2003) 

Tema: A mulher no jornalismo investigativo.

Convidada: Aline dos Santos, repórter do Campo Grande News

Sinopse: Veronica Guerin (Cate Blanchett) é uma repórter investigativa que publica uma matéria sobre os traficantes de drogas e chefes do crime mais poderosos de Dublin, cidade onde vive. A matéria traz grande repercussão e reconhecimento ao trabalho de Veronica, mas também faz com que ela e sua família passe a sofrer constantes ameaças.