Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

MIS realiza mostra de filmes que abordam a crise social na Europa na década passada

Campo Grande (MS) – O Museu da Imagem e do Som (MIS-MS), em parceria com o Cineclube Marginália, realiza a partir desta terça-feira, 20 de agosto, até quinta, 22, a Mostra Irmãos Dardenne: a trilogia da crise. As exibições acontecem sempre a partir das 19 horas, com entrada franca.

Para a Mostra foram selecionados três filmes dos diretores belgas Jean-Pierre e Luc Dardenne: “A Promessa”, “Rosetta” e “A Criança”. Oriundos da linguagem documental, os dois cineastas exploram em seus filmes um realismo social bastante cru e inquietante. Seus longas, realizados anteriormente ao colapso financeiro de 2008, que serão objeto desta mostra, parecem funcionar como uma espécie de antena a captar os sinais da crise estrutural do capitalismo que estava por vir, projetando na tela os dramas de personagens excluídos do progresso e da abundância da zona do Euro.

Marginais no sentido literal da palavra, seus personagens vagam pelas margens de uma sociedade onde parece não haver lugar para eles, a não ser o lugar da abjeção social. Desempregados, imigrantes, praticantes de pequenos delitos, essas pessoas perambulam de um canto a outro sem cessar, em busca das condições básicas de sobrevivência. E também à procura de um sentido, de uma narrativa organizadora, para suas existências precarizadas.

De uma atualidade atroz, num mundo em que esses habitantes das margens se multiplicam exponencialmente, os dos irmãos Dardenne nos convidam a olhar para uma Europa despida de qualquer glamour e a refletir sobre os caminhos pelos quais o capitalismo especulativo, com sua dura mão invisível, tem conduzido o planeta.

O Cineclube Marginália é remanescente do antigo Cinema de Horror, vinculado ao curso de Letras da UFMS. Mudou seu nome para Cineclube Guarani em 2016 e, depois de votação entre seus membros, utiliza a denominação Marginália. Formado por ativistas de movimentos sociais campo-grandenses, artistas e estudantes universitários, o Cineclube Marginália tem por objetivo descentralizar o acesso à arte e à informação e levar sessões gratuitas de filmes e debates ao MIS.

Depois da exibição, será realizado um bate-papo intimista entre os colaboradores do Marginália. As exibições do Cineclube acontecem mensalmente e têm entrada franca. O MIS fica no 3º andar do Memorial da Cultura, na Avenida Fernando Correa da Costa, 559, Centro. Telefone: (67) 3316-9178.

Confira abaixo as sinopses dos filmes:

Dia 20 – terça-feira – A Promessa (1996) – 94 minutos

Este drama dos irmãos belgas Jean-Pierre e Luc Dardenne crava seu foco no mundo dos imigrantes ilegais da Europa e dos europeus que exploram o seu trabalho. Na linha de frente estão Roger (Olivier Gourmet) e seu filho de 14 anos, Igor (Jérémie Rénier), ambos parte de uma rede que transporta imigrantes da África, Ásia e também da Europa do leste, alojando-os em condições precárias e explorando seu trabalho a baixo preço. Além disso, enganam estes estrangeiros que, em geral, mal dominam noções da língua local, entregando-lhes falsos vistos de permanência, preenchidos pelo próprio Igor.

Dia 21 – quarta-feira – Rosetta (1999) – 93 minutos

Ganhador da Palma de Ouro em Cannes, Rosetta nos apresenta a jovem de mesmo nome (Émilie Dequenne), que mora com a mãe desempregada e alcoólatra em um acampamento de trailers. A garota tenta desesperadamente encontrar e se manter em um emprego para garantir as condições mínimas de sobrevivência para si e sua mãe. Nessa busca, a ética se torna um fator a ser considerado em segundo plano. O filme impulsionou a votação de uma lei trabalhista mais progressista na Bélgica, que foi batizada com o seu nome.

Dia 22 – quinta-feira – A Criança (2005) – 100 minutos

Segundo filme dos Dardenne a vencer a Palma de Ouro em Cannes. A Criança nos apresenta o jovem casal Sonia (Déborah François) e Bruno (Jérémie Renier). Sonia está desempregada, enquanto Bruno vive de pequenos furtos. Quando Sonia dá à luz ao filho do casal, Bruno decide vender o bebê no mercado clandestino.

Fotos: Divulgação (Imagens dos filmes)