Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Mara Caseiro diz que Movimento Tradicional Gaúcho é exemplo a ser seguido na divulgação da cultura pantaneira

  • 02 dez 2019
  • Categorias:Geral

Maracaju (MS) – Realizado em Maracaju nos dias 29 a 30 de novembro, o 30º Festival Sul-Mato-Grossense de Folclore e Tradição Gaúcha (Fegams) teve apoio do Governo do Estado, por meio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS). Presente no evento que neste ano teve como tema: “30 Anos dos Pampas ao Pantanal Preservando as Tradições”, a diretora-presidente da Fundação de Cultura, Mara Caseiro, elogiou os organizadores e todos os integrantes do Movimento Tradicionalista Gaúcho do Mato Grosso do Sul (MTG-MS). “É louvável a vontade e o empenho de cada um de vocês em manter e difundir às gerações futuras e à todas as pessoas, a rica tradição gaúcha”.   

Realizado no Parque de Exposição Libório Ferreira de Souza, em Maracaju, o festival contou com a participação do presidente do MTG nacional, Nairo Callegaro e do MTG-MS, Agadir Mossmann. Segundo o presidente do CTG Nova Querência, Dejair Santos, foram realizadas aproximadamente 750 inscrições dos 10 CTG’s do Estado para esta 30ª edição do Fegams. “Em fevereiro de 2020, o Festival completa 30 anos de criação, de lutas e de conquistas para preservar a tradição gaúcha no Mato Grosso do Sul”.

Para Mara Caseiro, a dedicação do Movimento Tradicionalista Gaúcho é um exemplo a ser seguido. “Mato Grosso do Sul tem uma cultura rica, plural e linda que deve ser cultuada e admirada assim como é a cultura gaúcha. No encontro que tivemos em São Gabriel d´Oeste, com gestores da Cultura, nós falamos sobre seguir o exemplo dos gaúchos em disseminar a nossa cultura pantaneira”.

Os quase 750 inscritos no Fegams deste ano participaram de mais de cem disputas nas modalidades artísticas (poesia, causo, declamação, música, instrumentos musicais, danças, etc) e esportivas (bocha, bolão, tava e truco), divididos nas categorias pré-Mirim, mirim, juvenil, adulto, veterano e xirú. “Nosso Festival apresenta como finalidades a integração das culturas gaúcha e sul-mato-grossense, por meio dos CTGs do Estado, e a preservação do tradicionalismo gaúcho. É um encontro das famílias, onde participam crianças, jovens, adultos, veteranos e xirús, todos integrados e preservando os costumes e tradições”, falou Dejair Santos.

Feliz em ver a riqueza cultural gaúcha, a presidente da Fundação de Cultura ressaltou a importância do evento que tem como apoiador o Governo do Estado. “Graças ao olhar sensível do governador Reinaldo Azambuja e do secretário de governo, Eduardo Riedel, este evento teve o apoio necessário para ser realizado. Nós da Fundação de Cultura temos o prazer de sermos parte desta linda festa”, afirmou.