Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Publicado com investimentos do FIC, “Histórias de Dona Menina” é lançado no teatro Aracy Balabanian

dona menina livro

Campo Grande (MS) – Um livro dirigido para os adultos que ainda preservam a infância dentro de si. É assim que a autora, Sylvia Cesco, define seu novo livro, “Histórias de Dona Menina”, que será lançado nesta quarta-feira, 3 de junho, às 18h30, no Teatro Aracy Balabanian do Centro Cultural José Otávio Guizzo.

A publicação do livro foi financiada com recursos do Fundo de Investimentos Culturais (FIC), da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, e, portanto, só pode ser comercializado pelo valor máximo de R$ 20,00 (vinte reais), como consta na contracapa.

“Era uma vez… Uma tal de Dona Menina que decidiu procurar por Dona Moça, aquela que um dia viria a ser.” Assim começa a história concebida por Sylvia Cesco, que ela descreve como “literatura de encantamento”. “Seremos sempre Donas Meninas, caminhando em busca de Donas Moças, que um dia serão Donas Mulheres…”, escreve, na dedicatória, acima dos diversos nomes por ela escolhidos para serem homenageados.

Psicóloga e livre docente da UEMS, Eliane Greice Davanço prefacia a obra com palavras que orientam os leitores para entrar nessa caminhada com “Dona Menina”. “Neste livro encantado, Sylvia Cesco vai percorrendo seus labirintos, para aí tentar recolher as histórias e palavras que melhor falem por ela. Com uma linguagem poética narra as memórias dessa menina em busca da moça, nos diversos mundos que habitam dentro dela”.

Logo em seguida, a escritora e roteirista de cinema e TV Maria Gessy de Sales completa: “’Histórias de Dona Menina’ é um livro altamente simbólico. Seu texto encantatório proporciona a cada um que o leia uma visão única, singular, com um entendimento próprio da aventura da personagem. Cada um conhece uma Dona Menina ou se reconhece nela, ressaltando ou diluindo traços de acordo com a sua vivência infantil a caminho da juventude. Um conto de fada moderno, pleno de fascínio e sedução”.

O livro, com sua linguagem característica, é encerrado com um convite aos leitores para que participem escrevendo para “Dona Menina”: “Assim, D. Moça, que um dia foi D. Menina, aguarda, ansiosa, pela resposta de quem leu esta história que entrou por uma porta e saiu pela outra e quem quiser que conte outra, escrevendo para ela que hoje está morando lá pras bandas da cidade grande. Ah, seu endereço agora já se modernizou e virou eletrônico. Anote aí: historiasdedonamenina@gmail.com”.

Quem quiser entrar nesta história e compartilhar experiências com “Dona Menina”, basta comparecer hoje, às 18h30, no teatro Aracy Balabanian. A entrada é franca e o evento é aberto ao público.

Sobre a autora:
Sylvia Cesco é formada em Letras, Pedagogia e Psicopedagogia, com uma vida profissional toda dedicada à educação e à área social, focada em crianças e jovens em situação de risco. É autora e diretora de peças de teatro, roteirista-auxiliar do filme sobre Glauce Rocha, Nasce uma estrela, intérprete e jurada de diversos festivais de música de Campo Grande, autora de letras de músicas gravadas por cantores e corais do Estado. Foi premiada, em 2012, em concurso de poesias da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras. Publicou em 2011 seu primeiro livro de poemas, “Guavira Virou”, e, em 2013, o segundo: “Mulher do Mato”. Com “Histórias de Dona Menina” estreia no gênero prosa.