Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Governo do Estado garante 6ª edição do Festival Internacional do Chamamé em Rio Brilhante

Campo Grande (MS) – O Centro Cultural do Chamamé de Rio Brilhante realiza nos dias 3, 4 e 5 de fevereiro o 6º Festival Internacional do Chamamé. O projeto conta com financiamento do Governo do Estado do Mato Grosso do Sul por meio da Secretaria de Cultura, Turismo Empreendedorismo e Inovação (Sectei) e do Fundo de Investimentos Culturais (FIC).

O Festival em sua sexta edição levará a Rio Brilhante grandes nomes desse estilo musical tão presente na cultura do nosso Estado. Logo na abertura haverá uma homenagem ao músico Maciel Correa e durante os três dias de festival se apresentarão músicos consagrados como Dino Rocha, Dom Ramon, Marlon Maciel e Helinho do Bandaneon. O evento contará ainda com a participação do grupo Milagrito Blanco e Gisela e Ramon Asencio, da Argentina e da artista Miryan Beatriz, do Paraguai.

O chamamé, apesar de algumas controvérsias, é oriundo da província de Corrientes na Argentina, em sua origem se amalgamam influências culturais dos indígenas Guaranis, dos criollos argentinos e dos imigrantes europeus. O estilo se difundiu pelo Brasil, principalmente em Mato Grosso do Sul e no Paraguai.

No Estado um dos primeiros artistas a popularizar o ritmo foi Zé Corrêa, ainda na década de 1950. Dom Ramon, que além de músico é o presidente do Centro Cultural, destaca a importância do Festival para manter as tradições e desenvolver o ritmo. “Além de ser importante para a cidade, o Festival ajuda a mostrar à população essa cultura tão rica e que precisa ser preservada”.

Para o superintendente do FIC, Ricardo Maia, o Festival já é uma referência no Estado e colabora com a difusão dessa cultura tão presente em nosso dia a dia. “ O financiamento do governo vai ajudar no desenvolvimento do Festival, que já está em sua sexta edição, sendo que esta é a primeira vez que é aprovado em um edital público”.

O secretário de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação (Sectei), Athayde Nery, destaca a importância do Fundo de Investimentos para o fomento à cultura em nosso Estado. “A secretaria vem trabalhando no sentido de atender a cultura em toda a sua diversidade, proporcionando à população o acesso as nossas manifestações artísticas”.