Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Fundação de Cultura participa do Fetran/2016

  • 01 jul 2016
  • Categorias:Teatro

Campo Grande (MS) – O coordenador de Teatro da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Marcio Veiga, participa como jurado das seletivas do 7° Festival Estudantil Temático de Trânsito (Fetran). Ao todo serão 180 peças analisadas em seis diferentes regiões com o intuito de selecionar até 21 peças produzidas por estudantes das redes pública e particular de ensino de 28 municípios do Estado.

O Fetran é um projeto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Detran, que neste ano tem como tema “Transformando Atitudes para Salvar Vidas” e visa, através das artes cênicas, promover a educação para o trânsito junto aos estudantes do ensino fundamental e médio, das escolas públicas e particulares de Mato Grosso do Sul.

As seletivas regionais acontecem nos meses de junho, julho e agosto. O festival é dividido em três etapas: seletivas regionais, primeira etapa em que todas as peças inscritas são avaliadas pela comissão julgadora, nas três categorias: infantil, infanto-juvenil e juvenil. Os três melhores espetáculos de cada categoria são classificados para a próxima fase, com a possibilidade de entrar mais um pela repescagem.

Para Márcio, que é bacharel em Comunicação Social, mestre em Desenvolvimento Local e Gestor de Produção Cultural da Fundação de Cultura do Estado, o primeiro ponto positivo do Fetran é ver o teatro como transformação. “Possibilita a crianças e adolescentes uma forma diferente de se posicionar na sociedade, como pessoas com uma preocupação com o outro. O ator é responsável consigo mesmo e com a sociedade. Responsável pela sua saúde, pelo seu corpo, social e politicamente, que sabe respeitar o trânsito, a natureza. O ator de teatro tem uma responsabilidade muito grande ao emprestar o corpo dele para o teatro”.

Márcio avalia como positivo o empenho das escolas, pais e professores, que levam a sério o trabalho, com primor e cuidado. “O Festival possibilita uma disputa saudável para fazer crescer essas crianças. Há necessidade de mais investimento na área. Para a Fundação de Cultura do Estado, é importante conhecer essa força de vontade, de ver como o teatro está inserido na sociedade como uma arte necessária. Este conhecimento pode ser avançado, por isso a importância de a Fundação ter esse olhar para o teatro na escola. O principal para a FCMS é identificar essa força de vontade para criar políticas públicas para incentivar o teatro na escola”.

A grande final do Fetran acontecerá em outubro no município de Amambai e os primeiros lugares de cada categoria ganharão a viagem cultural, em novembro, para capital federal, Brasília.