Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Fundação de Cultura e PRF utilizam teatro como ferramenta para trânsito mais seguro

  • 21 out 2019
  • Categorias:Teatro

Campo Grande (MS) – A etapa final do 10º Festival Estudantil Temático de Trânsito (Fetran) iniciou nesta segunda (21 de outubro) com 19 dos 297 espetáculos teatrais inscritos neste ano. Com apoio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), o Fetran utiliza as artes cênicas como ferramenta na educação de um trânsito mais seguro. É por meio desse segmento cultural que a Polícia Rodoviária Federal e a FCMS atuam como influenciadoras da sociedade, no sentido de mudar hábitos e atitudes no trânsito.

“Nós apoiamos esse projeto porque sabemos da importância da cultura na formação de um indivíduo crítico e socializado. Como disse o famoso antropólogo Edward Taylor “a cultura é todo aquele processo que inclui o conhecimento, as crenças, a arte, a moral, a lei, os costumes e todos os outros hábitos e aptidões adquiridos pelo homem como sociedade”, declarou a diretora-presidente da Fundação de Cultura, Mara Caseiro.

A solenidade de abertura da última etapa do Fetran teve a participação de diversas autoridades, como o idealizador do projeto, policial rodoviário federal Vanderlei Munhoz, o secretário especial de Relações Institucionais e Assuntos Estratégico, Pedro Chaves, os prefeitos de Rio Verde de Mato Grosso e de Paraíso das Águas, respectivamente Mario Kruger e Ivan Xixi e diretores de autarquias estaduais: Detran (Departamento Estadual de Trânsito) e municipais: Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito).  

Foto: Ricardo Gomes

“É uma honra estar presente aqui e ver o quanto este projeto cresceu. Não tem como não se emocionar. É através da educação que podemos mudar conceitos e atitudes que promovam a paz no trânsito. Por isso, agradeço à parceria da Fundação de Cultura e de todos os outros apoiadores”, agradeceu Vanderlei Munhoz.

A etapa final do Festival vai até quarta-feira (23), dia em que ocorre a premiação dos vencedores. Durante este período serão realizadas as 19 apresentações teatrais nas categorias infantil, infanto-juvenil e juvenil.

Na manhã de hoje crianças, jovens, familiares e educadores lotaram o auditório da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) que, além da abertura do Fetran, teve apresentação de três espetáculos teatrais. Da categoria juvenil a primeira peça a ser apresentada foi “Mãe quero uma moto”. Dirigida pela professora Thais Bernardes, o teatro formado por jovens da Escola Estadual Fátima Gaiotto Sampaio, do município de Nova Andradina, contou a história de uma mãe preocupada com seus filhos que gostam de moto.

Finalizando os espetáculos da manhã de hoje, apresentaram-se alunos da Escola Municipal Leonor de Souza Araújo, de Nova Alvorada do Sul. Na categoria infanto-juvenil, eles encenaram a peça denominada “Trânsito, a mágica da vida e da morte”, que retratou morte de bailarina causada por imprudências no trânsito. 

Reportagem: Tavane Ferraresi

Foto: Ricardo Gomes