Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Festival de Inverno de Bonito é aberto oficialmente com homenagens e espetáculos

O cortejo do Teatro Maracangalha abriu as cortinas para o maior espetáculo cultural de Mato Grosso do Sul. O 20º Festival de Inverno de Bonito começou oficialmente nessa quinta-feira, 25, numa noite onde a cultura se tornou a grande majestade e foi reverenciada com homenagens e espetáculos que encantaram e emocionaram o público.

Na abertura oficial do Festival de Inverno de Bonito de 2019, estiveram presentes, além de autoridades locais e estaduais, o prefeito do município, Odilson Soares, a presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Mara Caseiro, e o governador do Estado, Reinaldo Azambuja.

Nessa edição, cinco personalidades que representam diversas expressões artísticas foram homenageadas e receberam condecorações pela dedicação à cultura sul-mato-grossense. A professora Idara Duncan, Embaixadora da Cultura do Estado, o artista plástico Isaac de Oliveira, o poeta e contador de histórias Elinor Nolasco Falcão, o cantor e compositor Antônio Rodrigues de Queiroz, mais conhecido como Castelo, e a artista plástica bonitense Celair Ramos Peralta, a Buga, foram os grandes homenageados do Festival de Inverno de Bonito.

O prefeito Odilson Soares deu boas-vindas ao público que prestigiou a abertura e destacou a importância do evento para o fortalecimento da cultura e do turismo de Bonito. “Há duas décadas Bonito é o maior palco cultural do Mato Grosso do Sul e a cada ano que passa nossa festa está mais bonita e competitiva”, afirmou Odilson, agradecendo a Fundação de Cultura e o Governo do Estado pela organização do Festival que esse ano levou atrações para moradores da zona rural do município.

Mara Caseiro, presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, afirmou que o Festival de Inverno 2019 conseguiu reunir uma grande diversidade de espetáculos e ampliar as apresentações para um maior número de espaços graças ao empenho de toda a equipe envolvida no evento. “Nos foi dada uma missão e eu acredito que com a união e o envolvimento de toda a equipe da Fundação e dos nossos parceiros, conseguimos reunir tudo que teve de bom em 20 anos de Festival na edição desse ano”, ressaltou Mara.

A presidente falou da importância da cultura para ampliar o conhecimento das pessoas e para o fortalecimento da economia. “Para cada um real que se investe em cultura e em arte, 15 retornam para a sociedade. Um evento como esse movimenta as lojas, os restaurantes, os hotéis da cidade. Isso gera desenvolvimento e aquece o setor econômico de Bonito”, disse Mara Caseiro.

“Quando reunimos uma diversidade de atrações em um único lugar, estamos criando um espírito de integração entre os artistas e o público e isso faz com que o nosso Festival seja conhecido em todo o Brasil e ganhe cada vez mais admiradores”, disse o governador Reinaldo Azambuja, destacando também a importância do evento para impulsionar a economia local. “O Festival de Inverno de Bonito valoriza os artistas, mas também gera renda para centenas de pessoas”, concluiu.

Após a abertura oficial, autoridades e o público assistiram a espetáculos de dança e visitaram os estandes de artesanato e artes visuais. A empresária paulista Maria de Fátima Monteiro veio a Bonito pela primeira vez e se surpreendeu com o número de atrações e com a organização. “Estou surpresa com o que estou vendo aqui em Bonito e estamos apenas no primeiro dia de evento. Tenho certeza que vou me encantar ainda mais com a programação dos outros dias”, ressaltou.

Outra turista que visita Bonito pela primeira é a Teresa Aparecida Rocha, de Blumenau, Santa Catarina. Ela veio com outras cinco pessoas para prestigiar as belezas naturais da cidade e resolveu estender a estada por mais alguns dias para poder curtir o festival. “Nossa previsão era retornar na sexta, mas vendo a maravilha que é essa festa cultural, resolvemos ficar mais alguns dias. É uma oportunidade para conhecer a cultura de várias regiões do país e principalmente a de Mato Grosso do Sul”, concluiu.   

Texto: Eliane Nobre

Fotografia: Ricardo Gomes/FCMS

Veja aqui a galeria de imagens.