Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Festival de Inverno de Bonito celebra diversidade e “renova votos” com a cultura sul-mato-grossense

Campo Grande (MS) – Celebrando vinte anos de arte, o Festival de Inverno de Bonito, lançado na manhã desta terça (2 de julho) no auditório da Governadoria, “renova seus votos” com a cultura produzida em nosso Estado. Artes visuais, cinema, música, artes cênicas, educação. Onde tem programação, tem produção sul-mato-grossense.

Com a curadoria totalmente produzida pela Fundação de Cultura do Governo do Estado, a 20ª edição do Festival de Inverno acontece de 25 a 28 de julho em diferentes pontos de Bonito. Este ano, porém, muito antes da abertura oficial, todos os ingredientes desta festa estarão em ebulição nas oficinas e apresentações artísticas do Pré Festival.

Foto: Ricardo Gomes

A partir de 20 de julho (sábado) já estão programadas atrações de teatro, artes visuais, cinema e oficinas educativas. Tudo de forma gratuita. As atividades acontecem no distrito de Águas de Miranda, no Assentamento Projeto Guaicurus, nas escolas municipais Vitalina Vargas Machado, Durvalina Dornelles Teixeira e João Alves da Nóbrega, na Escola Estadual Bonifácio Camargo Gomes e no Centro de Múltiplo Uso.

Este ano o Festival de Inverno de Bonito homenageia artistas de diferentes contextos da cultura sul-mato-grossense: a professora Idara Duncan, os artistas visuais Isaac de Oliveira e Buga, o músico Castelo e o historiador Elinor Nolasco Falcão, o Noe (em memória).

 

Foto: Ricardo Gomes

Novidades – O Festival de Inverno de Bonito terá este ano uma programação ampla, com atrações para todos os gostos. As propostas nasceram de debates em audiências públicas e das opiniões de moradores e turistas que participaram das edições anteriores.

O Balneário Municipal entra de fato e direito na programação do Festival este ano. O projeto “Balneário Cultural” levará músicos de Bonito e o compositor e musicista Matu Miranda, radicado no Ceará, a um dos mais belos locais da cidade, que abrirá suas portas ao público durante o evento, programado para acontecer a partir das 11 horas.

Formado pela dupla de DJs Aruan e Goiaba, o Duêpa é especialista em música brasileira para dançar e vai agitar o público na abertura das apresentações musicais do Centro de Múltiplo Uso. Samba, forró, carnaval, carimbo e saliências, com pitadas de rocks dançantes e breguices variadas. Cada dia uma aventura musical diferente.

Quem também agita o CMU é o Projeto Paralelo, fruto da amizade e afinidade musical de Gio Marx e Magão. Discotecando juntos em uma performance com 4 toca discos, unem influências da música regional, Black Music nacional e americana, uma junção de grande personalidade já reconhecida nos palcos do Estado.

Já os Pocket Shows – pequenas apresentações na avenida principal e na Praça da Liberdade – surpreenderão o público durante a programação. Em horários variados, shows (pequenos no tamanho, mais grandiosos no repertório) de jazz, chorinho, bossa nova e clássicos prometem inspirar turistas e moradores.

Foto: Ricardo Gomes

Editais e transparência – A Fundação de Cultura realizou editais para apresentações em todos os segmentos artísticos, retomando uma tradição de transparência e de qualidade na programação. E desta vez incluindo também as exposições de artes visuais, com mostras exclusivas.

Segundo a diretora-presidente da Fundação de Cultura, Mara Caseiro, o Festival de Inverno deste ano é fruto de um trabalho dedicado. “Mesmo com as limitações financeiras, buscamos manter com muito esforço uma programação diversificada, que respeitasse os nossos talentos”.

Foto: Ricardo Gomes

“Decidimos manter o Festival, mesmo com a contenção de gastos, porque sabemos da importância deste evento. Ouvimos as pessoas, audiências públicas direcionaram algumas das ações. E retomamos os editais, valorizando artistas e produtores locais. Nossa meta é fazer um Festival de Inverno cada vez mais variado e inclusivo, com transparência”, explicou o governador Reinaldo Azambuja.

Programação – Conhecidos por formar a dupla mais afinada do Brasil, Chrystian e Ralf abrem a programação de shows nacionais no Palco das Águas, por onde também vão passar Gal Costa, Lenine e BaianaSystem. Já o palco do Centro de Múltiplo Uso terá duas atrações nacionais: a cantora Karina Buhr, no dia 26 de julho, e BNegão e os Seletores de Frequência, no dia 27.

E isso é apenas uma pequena parcela do que vai acontecer em Bonito. Conheça toda a programação (clique aqui) e curta o Festival de Inverno.

Saiba mais no nosso site: http://www.festivaldeinvernodebonito.ms.gov.br/