Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Resgatando raízes, Festival América do Sul Pantanal é lançado nesta quinta-feira

  • 06 ago 2015
  • Categorias:Geral

Na manhã desta quinta-feira (6), o governador Reinaldo Azambuja, lançou a 12º edição do Festival América do Sul Pantanal, no auditório da governadoria, que acontece entre os dias 20 e 22 de agosto, em Corumbá.

Acompanhado do governador e demais autoridades, o secretário de estado de cultura, turismo, empreendedorismo e inovação, Athayde Nery apresentou a programação e as mídias para divulgação do Festival, que este ano será adequada a um novo formato, resgatando as palestras, debates, inserindo temas de preservação do eco sistema local, mas mantendo os shows, exposições de artes plásticas, oficinas, fotografia, artesanato, cinema, teatro, dança e outras mais.

“Queremos fazer deste festival um laboratório de discussão da preservação do nosso Pantanal, nossa fauna e flora, reunindo todas as artes da cultura com o turismo, a ciência e a tecnologia e até a economia criativa. Fizemos duas audiências públicas para construir em conjunto com a população de Corumbá, Ladário e tá mesmo com os bolivianos da fronteira. Esse formato nos permite consolidar uma elaboração coletiva”, alegou Athayde.

Para o governador Reinaldo Azambuja, o principal diferencial deste festival está na maior valorização dos artistas do Mato Grosso do Sul e parcerias efetuadas.

“Nossa parceria entre o governo do estado e a prefeitura de Corumbá está sendo fundamental para a construção deste festival e o mais importante é o destaque para nossos artistas da terra, que este ano estão em maior número como nunca estiveram antes”, afirmou o Reinaldo.

Defendendo a ênfase que o FASP dará aos artistas do MS, o prefeito de Corumbá, Paulo Duarte alegou que a classe precisava com urgência de ações que os valorizassem.

“Para quem está reclamando que este ano o festival só tem gente da nossa terra, saiba que o que fazemos é uma forma de reconhecimento, dos talentos da nossa gente, pois é isso o que eles precisam”, exclamou o prefeito.

A cerimônia encerrou com a apresentação do instrumentista Marcelo Loureiro com a canção andina “El Condor”, representando a América do Sul e em seguida Mercedita, representando o MS.

O FASP
Este ano, o Festival América do Sul Pantanal terá mais de 470 artistas, sendo 399 do MS e 43 nacionais. Dos 399, 298 são de Corumbá e Ladário, e 28 de outros países sul-americanos. Dos 13 países da América do Sul, 9 irão participar do FASP. Nesta edição o Festival irá homenagear duas personalidades: o poeta chileno de 101 anos Nicanor Parra e o músico de Blues que propagou o ritmo do Estado por todo o Brasil, Renato Fernandes que faleceu este ano.

Outra mudança foi que este ano o festival incorporou ao nome a palavra Pantanal. Destacar a singularidade da região no Brasil e no mundo, ampliar as atrações para além da bela Corumbá, chegar aos vizinhos Ladário e ao território boliviano de Puerto Suárez e Puerto Quijarro são aspectos relevantes de 2015.

O 12º Festival América do Sul Pantanal tem além do Governo do Estado através da  Sectei e as fundações de Turismo e de Cultura e da Prefeitura Municipal de Corumbá, a parceria do Corumbá Incrível, Vale, Fibria, MS Gás e Energisa, Sanesul, Andorinha, Moinho Cultural, Iphan, Sesc, TVE e UFMS.

Acesse o site e confira a programação: http://www.festivalamericadosulpantanal.com/

IMG_7119

IMG_7129

IMG_7209

IMG_7217

 

Fotos: Edemir Rodrigues