Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Fasp traz espetáculo que faz referência ao som percussivo das batidas do coração

Campo Grande (MS) – O Festival América do Sul Pantanal deste ano está pura emoção. Uma prova disso é o espetáculo Lub Dub, concebido especialmente para o Balé Teatro Castro Alves, e que faz referência ao som percussivo das batidas do coração.

Lub Dub estreou em abril de 2017, em Salvador. Com coreografia e trilha sonora original do dançarino, coreógrafo, compositor e ex-rapper sul-coreano Jae Duk Kim, o espetáculo cria uma cena contemporânea vibrante e poética, promovendo a interação das culturas afro-brasileira e sul-coreana.

Para a medicina os dois primeiros (ou principais) sons do coração são denominados LUB e DUB (ou dup) e são a bolha produzida pela abertura e fechamento das válvulas que permitem a passagem do sangue. Assim, Lub Dub é uma metáfora sobre a vida, sobre a própria humanidade e sua energia vital, que motiva e sustenta o movimento do corpo: o corpo que pulsa, medita, protesta e luta, utilizando a percussão como motivação sonora. 

A estrutura coreográfica cíclica e a fluidez do elenco se desenvolvem simultaneamente alternando movimentos de tração, estremecimento e reverberação, intercalando cenas dinâmicas e estados de relaxamento, mantendo as características peculiares do coreógrafo: ele utiliza o ritual e o contemporâneo, oscilando do silencio absoluto à vertigem de tirar o fôlego, literalmente, em questão de instantes, sempre em estreita relação com a trilha sonora.

O próprio Jae Duk Kim assina a trilha, que tem como base instrumentos percussivos das culturas oriental e ocidental, efeitos incidentais, canto e sons ao vivo.

Desde a estreia, Lub Dub já realizou mais de setenta apresentações, com plateias lotadas em cidades da Bahia e em intensa agenda de circulação por diversas cidades brasileiras, em festivais e mostras de todo o país, chegando a ser considerado um dos dez espetáculos de dança fundamentais de 2017 pela respeitada revista Bravo!

Companhia pública de dança contemporânea fundada em 1981, o Balé Teatro Castro Alves tem direção artística de Wanderley Meira e é um corpo artístico estável do Teatro Castro Alves e Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Governo do Estado da Bahia (SecultBA). Foi a primeira companhia pública de dança do Norte e Nordeste e a quinta no Brasil.

Serviço: O espetáculo Lub Dub, do Balé Teatro Castro Alves, será apresentado no dia 15 de novembro, sexta-feira, às 18 horas, no Palco Jardim, instalado na Praça da Independência, em Corumbá, durante o Fasp 2019. A classificação indicativa é de 14 anos, e a duração do espetáculo é de 55 minutos.

Foto: Divulgação do Balé Teatro Castro Alves