Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Fasp promove intercâmbio entre artistas no primeiro dia

  • 12 nov 2016
  • Categorias:Geral

 

O primeiro dia do Festival América do Sul Pantanal (Fasp) teve memoráveis encontros que representam muito bem a que se propõe o evento. Na tarde de ontem (sexta-feira, 11 de novembro), o secretário de Estado de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação, Renato Roscoe, e a presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), Andréa Freire, embarcaram em uma chalana que zarpou no rio Paraguai levando alguns artistas para conhecerem o Pantanal.

O poeta Douglas Diegues, o músico Márcio de Camillo, o artista plástico Edson Castro, o mestre-artesão da viola de cocho Sebastião Brandão, o multi-instrumentista Marcelo Loureiro, o músico e jornalista Rodrigo Teixeira, o escritor Bruno Salinero, o diretor teatral Iván Nogales e o cineasta Iván Molina puderam aproveitar um passeio de uma hora e meia admirando a flora e fauna pantaneira realizando uma troca de conhecimentos memorável.

Às 18h30, no retorno da embarcação, uma entrevista coletiva no Sesc Porto Geral aproximou a imprensa dos artistas, ocasião em que Carlinhos Brown se juntou ao grupo. Ele ganhou uma miniatura de viola de cocho do mestre-artesão Sebastião Brandão e então ambos aproveitaram para improvisar melodias conjuntamente. “Que fofo! Estou encantado!”, disse Brown, em alto astral.

Na sequência, o secretário Renato Roscoe inaugurou a exposição do artista plástico Edson Castro, juntamente com a Superintendente de Cultura e Economia Criativa da Sectei, Cláudia Medeiros: da coordenadora do Museu de Arte Contemporânea de MS, Maysa de Barros; da crítica de arte Aline Figueiredo, entre outras autoridades, no Museu de História do Pantanal.

“Ele é corumbaense, mas vive em Paris há muitos anos e retorna à terra natal com louvor, sendo elogiadíssimo na Europa por seu trabalho focado no abstracionismo. A exposição apresenta as mais recentes obras dele, que estão belíssimas”, disse Renato. Na fachada do Muhpan, o grupo Algo+Ritmo realizou projeções audivisuais mapeadas no edifício com elementos regionais muito apreciada pelos presentes.

Às 20 horas, no palco Integração, montado á Praça Generoso Ponce, na parte alta de Corumbá, de onde se tem uma visão magnífica do Pantanal, aconteceu a solenidade de abertura do festival, com a presença de diversas autoridades de Corumbá, Ladário, Bolívia, Marinha.

Para a presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), Andréa Freire, o encontro de Carlinhos Brown com o mestre-artesão da viola de cocho Sebastião Brandão é um exemplo do que o Fasp se propôe : “Carlinhos Brown representa a brasilidade no mundo e o Sr. Sebastião representa a nossa cultura pantaneira, então o Fasp promove essa troca de conhecimentos, de forma que os artistas de fora conheçam o Pantanal, o Mato Grosso do Sul, e divulguem nossa cultura e nossas belezas naturais mundo afora. O festival é encontro da arte com a natureza, é um presente do Governo do Estado para os sul-mato-grossenses”.

Texto: Fabio Pellegrini
Fotos: Eduardo Medeiros