Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

FASP “gira a roda” do turismo e une brasileiros e estrangeiros pela cultura

Campo Grande (MS) – Encantadoras e com muita história para contar. Se as qualidades de Corumbá e Ladário são mais que suficientes para merecer uma visita, em época de Festival América do Sul Pantanal o destino é imperdível. E isso se reflete na economia: a festa deve movimentar cerca de R$ 18 milhões este ano.

A expectativa é que a festa receba mais de 3.500 visitantes, número próximo ao registrado no Festival América do Sul Pantanal de 2018. Potencial existe. Serão 17 horas diárias de programação, com atividades artísticas, debates e oficinas.

Democrática, Corumbá recebeu durante o FASP do ano passado 3.286 turistas em quatro dias. Desse total, 20% eram estrangeiros e 36,5% visitavam a cidade pela primeira vez. Somente os visitantes de outros estados e países deixaram na economia R$ 1,5 milhão. 

Isso sem contar a criação de empregos temporários (que se aliam aos já 1.029 diretos existentes do setor turístico) e no investimento na produção do evento – palcos, iluminação e sonorização, entre outros. 

Foto: Daniel Reino

Outra mostra de como o turismo durante o Festival América do Sul Pantanal incrementa positivamente a economia é o setor de transporte. Segundo dados do Observatório do Turismo de Mato Grosso do Sul (ObservaturMS), em maio de 2018 desembarcaram em Corumbá 1.713 passageiros via transporte terrestre rodoviário municipal no sistema de fretamento turístico. Outros 1.430 turistas chegaram à Capital do Pantanal por via aérea, terceiro maior volume do ano.  

Vale lembrar que no ano passado 43,9% dos visitantes permaneceu na cidade ao longo de quatro dias e foram responsáveis por um aumento de 58% na taxa de ocupação de leitos – hotéis, barcos-hotéis e pousadas. Só nos barcos-hotéis foram registrados 2.186 de leitos ocupados no mesmo período, o melhor mês de 2018 para este meio de hospedagem. Com o feriado da Proclamação da República e o calor do verão desta época do ano a expectativa é ainda maior (e melhor). 

FASP – Realizado com investimento público da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul e apoio da Energisa, Vale, Caixa Econômica Federal e Governo Federal, o 15º Festival América do Sul Pantanal (FASP) – acontece entre os dias 14 e 17 de novembro.

A programação já está completa e foi pensada para agradar a todos os gostos. E claro, tudo com entrada franca. Mais informações sobre o evento podem ser obtidas na nossa página (hom.fundacaodecultura.ms.gov.br) ou pelo telefone 3316-9109. 

Foto: Edemir Rodrigues

Reportagem: Marcio Breda (FCMS) e Debora Bordin (Fundtur)