Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Economia criativa: oficina de moda ressalta mídias sociais e fotografia como ferramentas para o sucesso de negócios através de estratégias de marketing

  • 24 maio 2018
  • Categorias:Geral

A paixão pelo marketing e a moda uniu Gabi Dias e Nara Leite, que hoje trabalham ajudando as pessoas a construírem seu próprio negócio dentro da moda.

Aconteceu nesta quinta-feira (24/05), o encerramento da oficina de Produção e Divulgação de Moda, da 14ª edição do Festival América do Sul Pantanal. As participantes aprenderam a elaborar um editorial de moda com estratégias de marketing utilizando as mídias sociais e a fotografia para o sucesso de seu negócio.

 

A jornalista e analista de mídias sociais, Gabi Dias, destacou o potencial das marcas sul-mato-grossenses na promoção da economia criativa no Estado. “O Mato Grosso do Sul é um estado muito rico em produtos e matéria prima, precisa saber como se desenvolver e se destacar. Não é porque não estamos em uma grande metrópole que não podemos ter a mesma qualidade de material e quantidade de seguidores nas redes sociais. Temos marcas autorais muito boas, que só precisam ser alavancadas”, disse.

“O produtor de moda serve para ajudar no comportamento do modelo. Na foto produzida o foco deve ser sempre a roupa, e não o rosto do modelo, por isso que alguns modelos fazem cara de paisagem”, dica importante da designer de moda, Nara Leite, para a criação de material colaborativo.

Para a acadêmica de Administração, Alessandra Trota, paulistana, 24 anos, que mora em Corumbá há 4 anos, a oficina serviu como um grande incentivo para sua vida profissional. “Cai de gaiato nesse ramo. Faço crochê e gosto muito de moda. A oficina abriu minha mente, e agora estou com muita vontade de começar o meu próprio negócio”. Já para a professora e artesã do ateliê Gamboa, Juliane Gamboa, a oficina foi muito proveitosa e proporcionou agregar conhecimentos técnicos.       

Nara já participou de outras edições do FASP, e enxergou como totalmente inovador poder ter a oportunidade de ministrar a oficina no Festival, já que se trata de um ramo que está em alta e necessita muito de uma divulgação mais elaborada. “Esperamos que nas próximas edições continue a oficina, para que possamos desenvolver ainda mais o setor da moda no MS. Por ser uma oficina nova, a participação foi pouca, mas atingimos o propósito. Pois, quem participou ficou feliz com novas ideias”.

Nara e Gabi serão curadoras no desfile que acontecerá na sexta-feira (25/05), às 21h, onde as alunas Juliane e Alessandra serão as modelos, representando a marca Gamboa.

Texto Patricia Mendes

Fotos Eduardo Medeiros