Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Diversidade de estilos encanta o público da mostra da Semana pra Dança no Coophavila II

  • 22 ago 2016
  • Categorias:Geral

“O que é muito legal de ver é o brilho nos olhos e o empenho destes os jovens que participaram da mostra. Eles têm orgulho de representarem o movimento da dança no Estado e isso é muito gratificante para quem organiza a Semana pra Dança”. Este foi o balanço que a técnica de difusão cultural da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Cristiane Freire, fez da Mostra de Danças realizada no último fim de semana na Associação de Moradores da Coophavila II. Segundo ela, apesar do contratempo do temporal ocorrido no sábado (20), o público amante da dança não deixou de prestigiar os bailarinos das principais companhias de dança de Mato Grosso do Sul. No domingo (21) a platéia ficou lotada por pessoas de todas as idades que ficaram encantadas com a performance dos participantes e a sensibilidade das apresentações.

A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul na Semana pra Dança, conseguiu organizar uma mostra que reuniu uma grande diversidade de estilos de danças que compõem o caldeirão cultural de todas as influências dos povos que vivem no Estado. Quem esteve presente conferiu a dança de rua, a dança do ventre, a dança tradicional paraguaia, o balé clássico, a dança africana, o sapateado e a dança contemporânea. Ou seja, houve dança para todos os tipos de corpos e técnicas variadas. Mas o que mais prendeu a atenção mesmo do público e emocionou foi a auto-estima dos bailarinos e dançarinos.

mostra de danças - semana pra dança-4532

Um dos bailarinos que cativou a platéia com sua simpatia foi o Israel Ayala, da Zoe Escola de Dança. Ele deu seus primeiros passos na dança nos palcos de Porto Murtinho. No fim deste mês ele participa de uma competição internacional de dança numa mostra de Florianópolis. “Estas mostras nos ajudam a compartilhar e aprender técnicas com bailarinos de outras companhias além de exercitar nossas performances”, explicou. Mas ele lamentou que apesar do grande empenho dedicado à dança, nem sempre os bailarinos conseguem apoio financeiro para competir em festivais fora do Estado e do país.

Para Edson Clair, diretor e coreógrafo dos grupos Funk-se e Street Pop, o Setorial de Dança de Campo Grande vem fazendo um trabalho de formiguinha para apresentar o trabalho dos grupos de dança do Estado para novos públicos. “Este ano a Semana pra Dança conseguiu descentralizar as apresentações, mas gostaríamos ver mais dança no calendário de eventos da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, ter mais oportunidades de mostrar nosso trabalho”, finalizou.

mostra de danças - semana pra dança-4575

Fotos: Daniel Reino