Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Com recurso do Governo do Estado, curta sobre culinária e amor é produzido em Campo Grande

  • 29 set 2017
  • Categorias:Geral

De forma lúdica e surreal a cineasta Mariana Sena e a artista Maíra Espíndola estão gravando o curta “O Amor e o Resto – da Culinária ao Caos”, produção que tem recurso do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio do Edital de Audiovisual da FCMS (Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul) e é é gerenciado pelo Museu da Imagem e do Som (MIS-MS).

O filme conta a história de Beatriz (Camila Brito), uma boleira que faz bolos de acordo como está se sentindo. Ela constrói Gentil (Leandro Faria Lelo), um boneco que ganha sentimentos e começa a nutrir amor por ela, mas não é correspondido. O boneco narra, a partir de suas vivências, a história de Beatriz e Davi (Pepa Quadrini), homem que a boleira conhece em sua loja.

A ideia do roteiro surgiu após conversas entre Mariana e Maíra. “Eu li um livro sobre como grandes autores da literatura escreveriam receitas culinárias, achei incrível e pensei em fazer algo relacionando gastronomia e o amor”, conta Mariana.

Já Maíra sempre teve a necessidade de criar obras artísticas relacionadas ao amor. “Este é um tema tão caro pra mim, acabo fazendo a partir de minhas próprias vivências. Beatriz claramente é baseada em mim, mas Gentil era algo externo a mim”, afirma.

Para construir este universo mágico e lúdico onde os personagens habitam, as duas resolveram utilizar em parte do filme a técnica da Stop Motion.

As gravações devem ser finalizadas até o dia 10 de outubro. Também fazem parte da equipe da produção Alisson Gonçalves, Marcos Vareiro, Airton Raes, Lucas Arruda, Lucas Prada, Fabio Mauricio, Lidiane Lopes, Jonas Feliz, Rafael Omar e Fernanda Teixeira.

Lucas Arruda
Fotos: Isis Maria