Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Com apoio da Fundação de Cultura, Colônia Paraguaia revitaliza e amplia sua sede

Campo Grande (MS) – Com músicas e danças típicas, a Associação Colônia Paraguaia de Campo Grande apresentou na tarde desta segunda-feira (16) sua sede, localizada na Vila Pioneira, totalmente revitalizada.

A reforma, ocorreu com recursos próprios e repasses do Estado intermediados por Termo de Fomento, fornecendo à Associação, criada em 1973, maior possibilidade de atividades culturais e serviços destinados à comunidade paraguaia, descendentes e brasileiros.

A solenidade de reinauguração do espaço respeitou as regras de biossegurança e contou com as presenças do governador Reinaldo Azambuja, secretário de Estado de Infraestrutura, Eduardo Riedel, secretário adjunto da Secic (Secretaria de Estado de Cidadania e Cultura), Eduardo Romero e do diretor-presidente da FCMS (Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul), Gustavo Cegonha, além de deputado e vereadores.

Além da reforma das instalações, o espaço ganhou mais estrutura, contando com novas salas para realização de cursos, capacitações, eventos e espaço recreativo.

“Ficamos muito gratos ao Governo do Estado, Secic e Fundação de Cultura pelo grande apoio. Essa obra, que é a realização de um sonho, só aconteceu graças à confiança depositada em nós. Sabemos que uma ação desta natureza envolve muita confiança e, acima de tudo, responsabilidade com o dinheiro público. Agora, ainda com mais força, a cultura e as tradições serão sempre respeitadas e disseminadas”, afirma o presidente da entidade, Albino Romero.

Ao reforçar sua admiração pela cultura paraguaia e reconhecer a importância da Associação Colônia Paraguaia de Campo Grande, o governador Reinaldo Azambuja destacou a atuação da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul para a execução das melhorias na entidade.

“A equipe da Fundação de Cultura foi essencial para a execução dessa importante obra, que vai ampliar as atividades recreativas e sociais da Colônia Paraguaia em nossa Capital”, salientou.

A solenidade contou com agradecimentos e homenagens a quem se dedicou a apoiar as melhorias realizadas na Colônia Paraguaia. O diretor-presidente da Fundação de Cultura de MS, Gustavo Cegonha, o gerente de Patrimônio Histórico e Cultural, Caciano Lima e a arquiteta da Gerência de Patrimônio Histórico e Cultural da Fundação de Cultura, Cláudia La Piccirelli, foram homenageados pelo apoio à entidade.

“A Colônia Paraguaia é tradicional não apenas por seus eventos, mas pelo trabalho contínuo de valorização cultural. A influência paraguaia está presente no cotidiano sul-mato-grossense em especial na música, culinária e integração social. Colaborar para o fortalecimento destas tradições é uma das premissas de atuação da Fundação de Cultura, que preza sempre pela disseminação e fortalecimento da cultura”, avalia Gustavo Cegonha.

Em homenagem à integração entre paraguaios e brasileiros, a entidade apresentou o monumento de homenagem entre os povos, localizado na recepção da sede da Associação Colônia Paraguaia.

Texto e fotos: Elci Holsback