Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Cineclube leva ao MIS o filme “Os Sonhadores” regado a café

  • 31 ago 2016
  • Categorias:Geral
sonhadores ok

Dirigido por Bernardo Bertolucci evoca a França dos anos 60, quando o movimento cinéfilo ganha força

 

Campo Grande (MS) Hoje,  às  19h ,  acontece a primeira exibição de filme no Museu Imagem e do Som, proposta pelo mais novo Cineclube, o Cine Café, com o filme “Os Sonhadores”.  O Cineclube surgiu depois de uma conversa – regada a altas doses de cafeína – na qual se discutiu a falta de espaços que permitam a reflexão sobre cinema em Campo Grande. Mais do que exibir filmes, a proposta é estudá-los, discutí-los e trazer a reflexão para o cotidiano. No entanto, também não se trata de um projeto acadêmico, a ideia é propor uma conversa em que todos os participantes são convidados a dar suas opiniões.

“Além das exibições mensais, o CineCafé também pretende realizar reuniões quinzenais em que serão tratados temas específicos ligados a questões cinematográficas, interpretações de grandes obras, discussões sobre diretores importantes. Para setembro, por exemplo, a conversa se dará em torno da obra de Almodóvar e sua relação com o desejo”, diz o jornalista Thiago Andrade, criador do cineclube. Além do enfoque cinematográfico, propõe-se uma leitura filosófica – o nome do projeto,  evoca os cafés filosóficos, em que debates sobre questões do pensamento eram centrais.

CineCafe

Hoje,  às 19h, no Museu da Imagem e do Som (MIS) o projeto ganha vida com sua primeira exibição. “Os Sonhadores” foi escolhido para iniciar os trabalhos. A produção dirigida por Bernardo Bertolucci evoca a França dos anos 60, quando o movimento cinéfilo ganha força em meio a protestos civis e manifestações políticas. Enquanto o mundo explode, três jovens se enclausuram em um apartamento parisiense, até que as questões políticas que se anunciavam lá fora irrompem por uma janela. O filme é um manifesto do que o CineCafé pretende ser.

O cineclube foi criado pelo jornalista Thiago Andrade em parceria com a advogada Kézia Miranda. Atualmente, o grupo cresceu e reúne as estudantes Deborah Nasser, Déborah Carneiro, Maria Suppo e Thais Barros; os advogados Natanael Marques, Marcos Caio Moro; e o jornalista João Carlos Costa.

O MIS fica na Avenida Fernando Corrêa da Costa, 559 – 3° andar. A exibição é gratuita. Para recepcionar o público, será servido café antes do filme.