Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Cia Lumiato, do DF, apresenta espetáculo infanto-juvenil “Iara – O encanto das águas”

  • 20 out 2015
  • Categorias:Teatro

Campo Grande (MS) – Por meio do projeto de circulação “Sombras do Centro-Oeste”, a Cia Lumiato Teatro de Formas Animadas trará para a capital sul-mato-grossense o melhor do teatro de sombras contemporâneo, com o espetáculo “Iara – O encanto das águas”, no teatro Aracy Balabanian do Centro Cultural José Octávio Guizzo, no sábado e domingo (24 e 25), às 19 horas. O evento tem o apoio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), duração aproximada de 40 minutos, classificação livre e entrada franca.

O espetáculo será apresentado também no dia 23 de outubro, sexta-feira, às 9 horas, na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), bloco 6. Também na UFMS serão oferecidas oficina e palestra gratuitas nos dias 22 e 23 de outubro.

O espetáculo tem o objetivo de divulgar o teatro de sombras contemporâneo na região, tratando de preconceitos étnicos e culturais com técnicas modernas, como a utilização de sombras coloridas nas projeções, contando a história de um índio que sonha com uma mulher sobrenatural. Ao acordar, ele procura o sábio Pajé para tentar entender quais são os mistérios dessa mulher, descobrindo assim a história da Iara, a sereia brasileira.

Nas últimas décadas, o teatro de sombras, da forma como nos chegou vindo da China e da Índia, países onde são tradição milenar, foi completamente transformado com os avanços tecnológicos. Graças a novas técnicas de iluminação, não é mais o ator-sombrista, escondido na escuridão, que move a figura atrás de uma tela imóvel onde sua sombra é projetada. “Tanto o ator, como a tela, quanto os focos de luz adquirem cores e movimento para encantar a plateia” afirma Thiago Bresani, ator-sombrista da Cia. Lumiato de teatro de sombras contemporâneo.

Cia Lumiato_Iara o encanto das águas_Foto03_fotógrafo Diego Bresani

Prêmios

O trabalho da Cia Lumiato tem sido reconhecido e premiado pela qualidade: O espetáculo “Iara – o encanto das águas” foi premiado em 2014 com Melhor Direção, Melhor Dramaturgia e Melhor Trilha Sonora no Prêmio Sesc do Teatro Candango/2014, concorrendo com produções de diversos gêneros. E recebeu também o prêmio destaque de Melhor Espetáculo Estrangeiro na Argentina (Prêmio Atina/2014).

Cia. Lumiato

Com um currículo expressivo de apresentações em festivais nacionais e internacionais, a Cia. Lumiato vem se tornando referência no teatro de sombras. Não é à toa. O jogo de luz e sombras, cores e movimentos dos atores-sombristas propõe a narrativa para a contação da história. De forma lúdica e poética, utilizando recursos simples, o grupo encanta o público infantil e adulto com a história de Iara. Contada quase sem palavras e tendo a música como elemento central, a natureza mística cria vida por meio das luzes e das sombras projetadas, por detrás e na frente da tela, mostrando silhuetas de corpos e figuras que se fundem em imagens surpreendentes.

A companhia de teatro Lumiato foi criada em 2008, em Buenos Aires, Argentina, pelos atores Thiago Bresani e Soledad Garcia. Ambos são formados pelo curso de teatro de bonecos da Universidade de San Martin, onde estudaram várias linguagens do teatro de formas animadas, produzindo espetáculos, oficinas e se apresentando em festivais da América Latina. A partir de 2012 passara a pesquisar e produzir espetáculos de teatro de sombras contemporâneo. Aliás, é o único grupo da região que se dedica à técnica.

Palestras e oficinas em universidades públicas do Centro-Oeste

É para compartilhar com estudantes, professores e artistas o aprendizado adquirido durante a criação de “Iara – o encanto das águas”, que a Cia. Lumiato oferece, durante a realização do projeto, oficinas e palestras. “Somos a primeira companhia a pesquisar, produzir e difundir o teatro de sombras no Centro Oeste do Brasil, por isso nosso compromisso com a transmissão de conhecimentos e a ampliação da pesquisa do teatro de sombras contemporâneo na região”, explica Soledad Garcia ao falar das atividades que serão realizadas nas universidades públicas de Goiânia, Uberlândia, Campo Grande, Brasília e na Escola de Teatro de Anápolis. “As universidades públicas são um importante espaço de formação e como, atualmente, trabalha-se pouco a linguagem do teatro de animação no Brasil, acreditamos na importância na difusão do teatro de sombras contemporâneo, como alternativa e recurso para enriquecer a formação dos alunos das universidades, além de futuras pesquisas, trabalhos acadêmicos e profissionais” enfatiza Thiago Bresani.

Palestrante convidado

Como palestrante foi convidado o diretor do espetáculo, Alexandre Fávero. Ele fala sobre o teatro de sombras contemporâneo com a palestra: “Caminhos e descobertas para uma dramaturgia brasileira no teatro de sombras contemporâneo”. Fávero é diretor da Cia Teatro Lumbra, de Porto Alegre/RS e pesquisador em teatro de sombras.

Oficinas

As Oficinas de Teatro de Sombras são ministradas por Thiago Bresani e Soledad Garcia e trabalham os componentes básicos desse tipo de teatro: luz e sombra. Além de conhecerem os diferentes estilos de teatro de sombras, desde a tradição oriental até nossos dias, os participantes, por meio de exercícios práticos, treinarão o reconhecimento da própria sombra e de objetos planos e tridimensionais; a manipulação de figuras simples; a manipulação de luzes móveis e fixas; a transformação da sombra pela sobreposição de objetos e luzes e a construção de um foco de luz móvel.

Circulação pelo Centro-Oeste

Com o projeto “Sombras no Centro Oeste” a companhia busca sensibilizar o público sobre a diversidade, a linguagem e a técnica dessa complexa arte que é o teatro de sombras contemporâneo e difundir os saberes da rica tradição oral dos povos indígenas do Brasil. A maratona de apresentações da companhia começa em Anápolis, Goiás, e finaliza em novembro em Brasília. Graças aos apoios do FAC (Fundo de Apoio a Cultura da Secretaria de Cultura do Distrito Federal) e do Prêmio Miriam Muniz da Funarte (Ministério da Cultura), o projeto “Sombras no Centro Oeste” realizará 18 apresentações gratuitas, cinco oficinas e quatro palestras com o objetivo de divulgar o teatro de sombras contemporâneo na região.

Serviço:

Projeto Sombras no Centro Oeste”- Circulação Iara – o encanto das águas
Oficina de Teatro de Sombras

Dia: 22 de outubro, quinta-feira
Horário: 8h às 12h e 14h às 18h
Local: Universidade Federal do Mato Grosso do Sul – Casa da Ciência – Cidade Universitária,
Instrutores: Thiago Bresani e Soledad Garcia
Duração: 8 horas
Vagas: 20 pessoas
Público-alvo: Educadores de todos os níveis, estudantes universitários, diretores, bailarinos, atores, bonequeiros, cenógrafos, iluminadores, artistas plásticos, músicos, cineastas, psicólogos, publicitários, comunicadores, arte-educadores, contadores de histórias, etc.
Inscrições online pelo seguinte endereço: http://www.sombrasnocentrooeste.com/#!/c9a0

Palestra “Caminhos e descobertas para uma dramaturgia brasileira no teatro de sombras contemporâneo”
Palestrante: Alexandre Fávero, diretor da Cia Lumbra de Porto Alegre/RS e pesquisador em teatro de sombras
Duração: 1 hora 30 minutos
Classificação indicativa: Livre para todas as idades
Dia: 23 de outubro, sexta-feira
Horário: 10h
Local: Universidade Federal do Mato Grosso do Sul – Bloco 06 – Cidade Universitária

Apresentação de “Iara – o encanto das águas”
Dia: 23 de outubro, sexta-feira
Horário: 9h
Local: Universidade Federal do Mato Grosso do Sul – Bloco 06 – Cidade Universitária

Apresentação de “Iara – O encanto das águas”
Dias e horários: 24 e 25 de outubro, sábado e domingo, 19h
Local: Teatro Aracy Balabanian
Endereço: Rua 26 de Agosto, 453, Centro, Campo Grande – MS
Os ingressos devem ser retirados a partir de uma hora antes da apresentação na bilheteria do teatro.

Contatos para a Imprensa:

Marcos Linhares: (61) 8405-8290 ou (61) 9905-5905
Vitor Ferns: (61) 9848-2555 ou (61) 9200-7710

www.youtube.com/watch?v=xagrMztIwbo
www.cialumiato.com

Centro Cultural José Octávio Guizzo