Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Cia. Dançurbana é contemplada por programa de patrocínios nacional

  • 23 nov 2015
  • Categorias:Dança

Campo Grande (MS) – A Cia. Dançurbana, dirigida por Marcos Mattos, foi a única companhia de dança de Mato Grosso do Sul contemplada pelo programa O Boticário na Dança, que oferece patrocínios a projetos culturais voltados exclusivamente para a área da dança. O programa foi estruturado com a finalidade de contribuir para a preservação, a valorização e o acesso à dança e às suas diversas manifestações; fortalecer a produção cultural de grupos, criadores e artistas e estimular a formação de público e talentos para a área.

O resultado saiu em outubro e o diretor da Cia. Dançurbana afirmou ser muito importante este resultado para o grupo, “pois consolida um trabalho que foi iniciado em 2012, visando circulação nacional, com apresentações por diversas regiões do Estado e do país por meio do Projeto Sesc Amazonas das Artes, Prêmio Funarte Klauss Vianna de Dança (2012) e Palco Giratório da rede Sesc (2014). O programa O Boticário na Dança proporciona a continuidade de um trabalho de projeção nacional, para que o grupo seja reconhecido nacionalmente”, afirma Marcos Mattos.

Existente desde 2002 como Grupo Dança Urbana, a Dançurbana foi se constituir enquanto Companhia em 2006. Seu primeiro espetáculo, Urbanoides (2008), dirigido e coreografado por Marcos Mattos e Kleber Leonn, tratou da vida em grandes centros urbanos e das pessoas-máquinas.

O segundo espetáculo da Cia. Dançurbana foi concebido em 2009, Plagium?, dirigido e coreografado por Marcos Mattos (que assumiu sozinho a direção da companhia em 2009), com contribuições coreográficas de Adailson Dagher, Rogger Castro e Reginaldo Borge. Plagium? questiona autoria e autenticidade em dança.

Com Plagium, a Dançurbana se apresentou por diversas regiões do Estado e do País por meio do Projeto Sesc Amazonas das Artes (2012), do 8º Festival América do Sul (Corumbá, MS, 2011), Circuito Dança no Mato (2011), Semana pra Dança (Três Lagoas, MS, 2011), dentre outros eventos.

Em 2011, a Cia. Dançurbana foi contemplada pelo Prêmio Funarte Klauss Vianna de Dança, que patrocinou o espetáculo Singulares (2012). Em 2014, a Dançurbana foi indicada e selecionada para participar do Projeto Palco Giratório da rede Sesc. Circulou com o Espetáculo Plagium? por 46 cidades do Brasil.

Em 2015 a companhia estreou seu mais recente espetáculo, “De passagem”, uma parceria entre a artista da dança Paula Bueno e todos da Dançurbana, realizando mais de 20 apresentações com o aporte financeiro da Funarte, através do Prêmio Funarte Klauss Vianna de Dança 2013.

Sobre o programa O Boticário na Dança

Com objetivo de promover e valorizar a dança, o programa O Boticário na Dança abriu as inscrições de 6 de agosto a 6 de setembro para o Edital 2015 de seleção de projetos de dança de todo o Brasil. Foram recebidas propostas de festivais, mostras, espetáculos, manutenção de companhias e grupos, circulação, produção de vídeos, livros e periódicos, sites, cursos, workshops, oficinas, palestras, fóruns, exposição fotográfica, exibição de vídeos ou filmes.

O Edital deu preferência a projetos que já tenham sido aprovados em leis de incentivo à cultura (Federal/MinC ou estaduais) ou que já estiveram preparados para dar entrada na solicitação de aprovação do incentivo.

A análise de seleção dos projetos apresentados considerou o mérito intrínseco do projeto (perspectiva de contribuição ao enriquecimento sociocultural); a concepção geral do projeto; currículo do proponente e viabilidade de execução (clareza dos objetivos propostos, adequação orçamentária e competência técnica da equipe envolvida).

O processo de seleção foi realizado em três etapas: triagem administrativa/qualificação; comissão de análise técnica externa e comissão de análise técnica interna.

O Programa O Boticário na Dança apoia projetos aprovados ou que serão enviados para as Leis de Incentivo à Cultura Federal e Estadual.