Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

BOCA DE CENA ENCERRA EXIBIÇÃO DE FILMES E PREPARA INÍCIO DE ESPETÁCULOS AMANHÃ

  • 23 mar 2015
  • Categorias:Geral

Sequence 01.Still034

Aquecendo a Mostra Boca de Cena, diversos filmes oriundos do teatro foram exibidos na última semana, abrindo espaço para as intervenções

Campo Grande (MS) – Do existencialismo absurdo de Becket aos romances clássicos da França, passando por textos de Shakespeare e as danças de Pina Bausch. Exibindo filmes que vem da dramaturgia universal, o Boca de Cena – Mostra Sul-Mato-Grossense de Teatro, encerrou na noite deste domingo (22), o projeto Teatro no Cinema, no auditório do Museu da Imagem e do Som (MIS), para dar continuidade a uma extensa programação gratuita com espetáculos, intercâmbios, seminário e rodas de conversa.

Na abertura da mostra, última quarta-feira (18), foram exibidos oito curtas baseados na obra do expoente do Teatro do Absurdo, do irlandês Samuel Becket. Na quinta-feira (19), foi a vez de Pina, um espetáculo de dança e teatro inspirado pelo trabalho da alemã Pina Bausch, considerado uma obra de arte do cinema.
Já na sexta-feira (20), o filme Mercador de Veneza, com texto original de Willian Shakespeare, transportou todos que assistiam para os cenários clássicos do século XVI.

No outro dia, sábado (21), o filme Edward II, que narra a história do rei da Inglaterra no século XIV, renegando sua própria esposa para viver um problemático relacionamento com o amante plebeu, agitou o debate no final da exibição.

Encerrando a programação cinematográfica teatral, o filme Boulevard do Crime mostrou como era dura e bela a vida de artistas nos cabarés e na antiga capital francesa, usando como linguagem o tumultuado triângulo amoroso formado pela atriz Garance, o ator Fréderick Lemaitre e o mímico Baptiste.

Em todos os dias, ao final das exibições, exceto no domingo devido à duração do filme, profissionais do teatro, dança e cinema foram convidados a debaterem sobre os filmes, somando experiências junto a participação do público.

O evento contou com a presença de alunos do curso de artes cênicas e dança da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) e atores e artistas da cena cultural local.

“O Boca de Cena é um importante passo para nossa cultura, principalmente porque vem agora, no momento em que vivenciamos mudanças extremas na questão política cultura local. O mais importante agora é fazer com que mais pessoas tenham acesso ao que está acontecendo, principalmente por ser um evento de graça, aberto às comunidades, alunos e não só ao público que já tem o contato”, disse a cantora Marina Peralta, que compareceu a exibição de domingo.

O Cine Cênico é um projeto de pesquisa e extensão do curso de Artes Cênicas da UEMS, coordenado pelo professor Marcus Villa Góis, com a parceria da Sociedade Psicanalítica de Mato Grosso do Sul (SPMS).

A partir de amanhã, o Boca de Cena segue com uma extensa programação gratuita, recheada de apresentações teatrais, intercâmbios, seminários, debates e fóruns, que acontecerão em espaços alternativos, teatros, ruas, praças e escolas, finalizando no sábado (28).

Segundo o secretário Athayde Nery, “a Mostra Boca de Cena é construída em parceria com importantes coletivos e instituições, reafirmando um modo de fazer participativo e que busca contribuir para apontar um caminho para o aprimoramento do teatro em Mato Grosso do Sul”.

Alexander Onça – Sectei