Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Boca de Cena: Colegiado do Teatro discute formas de ampliar diálogo e articulação cultural e social

  • 20 abr 2016
  • Categorias:Teatro

Campo Grande (MS) – Muito além dos espetáculos, a Mostra Sul-Mato-Grossense de Teatro e Circo – Festival Boca de Cena também é feita de compartilhamento de idéias: São os Diálogos Cênicos, seminários que reúnem atores, diretores e público. E foi em clima de união pela arte que o Colegiado Estadual do Teatro debateu na manhã desta quarta (20 de abril), na sede do coletivo Imaginário Maracangalha, a ampliação do diálogo entre grupos teatrais de todo o Estado, fóruns municipais e representantes do poder público, o fortalecimento do Fórum Estadual de Cultura, o intercâmbio cultural mais intenso e uma articulação política mais efetiva.

Uma das preocupações do Colegiado é a de garantir a efetiva participação dos grupos, principalmente os do interior, nos debates sobre o teatro sul-mato-grossense. Uma comunicação mais efetiva e dedicada, além de democratizar os rumos do teatro, integra a arte que é feita nas diferentes regiões do Estado. “O Colegiado é o meio de organização da classe e tem uma importância enorme dentro dos Sistemas de Cultura do Estado e do Município. Essa organização, que prevê inclusive o aporte de investimentos, parte dos colegiados. Por isso a importância de democratizá-los”, avalia Fernando Cruz, diretor do Imaginário Maracangalha.

Além de fortalecer o diálogo, o encontro do Colegiado, que faz parte da programação do III Seminário Estadual do Teatro, serviu para os grupos apresentarem o cenário atual de participação nos fóruns municipais e o respeito aos investimentos mínimos em cultura previstos pela legislação brasileira. O financiamento público ainda é considerado um entrave na produção de espetáculos de circulação. A meta é pressionar os gestores públicos a respeitarem acordos e a legislação vigente, que prevê 1% da receita bruta dos municípios, 1,5% dos estados e 2% da União aplicados na cultura.

Ao final da reunião o Colegiado Estadual do Teatro formulou um documento, que será entregue à Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul e a Secretaria de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação. Nele estão elencadas propostas para a realização da próxima Mostra Sul-Mato-Grossense de Teatro e Circo e de fortalecimento do debate e da democratização do meio cultural.

Foto: Edemir Rodrigues

Foto: Edemir Rodrigues

Diálogos Cênicos – O debate com o Colegiado Estadual é uma das metas da Mostra Sul-Mato-Grossense de Teatro e Circo, inovando e compartilhando o trabalho e a arte de cada um dos grupos, valorizando a discussão sobre a estética teatral e o intercâmbio de ideias.

Segundo o secretário de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação, Athayde Nery, buscou-se muito neste ano o envolvimento e o diálogo com o setor. “Queremos levar espetáculos de qualidade para a população, mas também queremos o fortalecimento do nosso teatro e para isso é fundamental esse processo de debate, intercâmbio, essa troca entre os grupos daqui e os de fora”.

Serviço: Todas as apresentações e debates são abertos ao público. Outras informações sobre o Boca de Cena podem ser obtidas no Núcleo de Teatro da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul pelo telefone (67) 3318-9170. A Programação completa pode ser baixada no site da Fundação de Cultura: hom.fundacaodecultura.ms.gov.br.

Foto: Edemir Rodrigues

Foto: Edemir Rodrigues