Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

“Bichos do Brasil’, da Companhia Pia Fraus, prende a atenção da criançada e encanta também os adultos no 18º FIB

Bonito (MS) – Olhinhos grudados no palco para não perder nenhum movimento dos bichos confeccionados especialmente para o espetáculo. A criançada era só alegria e concentração na apresentação de “Bichos do Brasil”, da companhia paulistana Pia Fraus, que se apresentou na noite deste sábado (29.07) na Praça da Liberdade, durante o 18º Festival de Inverno de Bonito.

Igor Thiago Souza Teixeira, de seis anos, estava na fila do gargarejo, bem na frente, e ficou o tempo todo em pé para não perder nada do espetáculo. Ele gostou bastante do “tigre”, que na verdade era uma onça pintada. “Gostei também do jacaré comendo. Eu já vi jacaré de verdade, com meu pai, no pantanal. Eu encostei nos bichos, é macio”. Sua mãe, Lilian Souza, gosta que seu filho assista a espetáculos culturais. “É bom ele ver, não tem isso muito aqui na cidade, quando tem é bom. Ele que viu primeiro que ia ter aqui na praça e pediu pra vir”.

Como o Igor e muitas outras crianças, Emily de Souza Galeano, de nove anos, também ficou bem na frente. Ela gostou também do jacaré, “a última apresentação depois da galinha”. “Quando ele queria comer a tartaruga não conseguia comer porque era dura, mas depois conseguiu comer. E explodiu”. Ela estava acompanhada da madrasta, Juliana Loureiro, que mora com Emily e a família toda em Bonito. “Todo ano a gente vem no teatro do Festival e também no circo. Se a cidade oferece a gente tem que aproveitar”.

O espetáculo que tanto agradou  ao público foi encenado pelos artistas Luara Bolandini, Patrícia Franco e David Caldas, da Companhia Pia Fraus. Luara está há dois anos e meio na companhia e explica que os bonecos, muito bonitos e coloridos, fazem parte do universo da criança. “O animal é a primeira coisa que chama a atenção da criança. Cada boneco é um universo, se movimenta de forma diferente. A companhia produz os próprios bonecos. ‘Bichos do Brasil’ é um espetáculo que tem um tempo muito preciso para a tenção da criança. Ela se interessou por aquilo, se concentrou e aí muda a cena. Tudo é minuciosamente casado com a música, é todo musical, é um dos fatos que prendem a atenção da criança”.

David Caldas, o artista que fez o “jacaré” que deliciou as crianças, faz curso de canto para poder fazer vozes diferentes para os personagens. “Comecei a trabalhar as vozes, pois cada boneco tem a sua voz, que combina com eles, estudo como adaptar vozes ao que o boneco pede, às relações que ele tem que cumprir”.

Para David, não tem crítico mais real que a criança. “Ou ela gosta ou te destrói, ou ama ou odeia. Elas são de verdade. Quem sabe se as crianças que nos assistem serão futuros artistas. Quanto mais gente melhor para baixo dessa asa da cultura”.

Patrícia Franco está na Pia Fraus há 15 anos e disse que foi “uma delícia” apresentar “Bichos do Brasil” no Festival. “Tinha crianças, adultos, a terceira idade, todos estavam vibrando. Veio um menininho português tirar foto com a gente depois do espetáculo e a vó dele me disse que perguntou a ele porque ele não estava aplaudindo. Ele disse que nunca tinha visto nada igual, que tinha achado lindo, por isso estava daquele jeito. Trabalhar com criança… existe coisa melhor? Com criança e com arte. Eu vim para essa terra linda, onde as pessoas te recebem tão bem. Isso é muito bom”.

No domingo tem mais teatro no Festival de Inverno de Bonito. A Cia Aplausos apresenta o espetáculo “Cadê?!” às 16 horas e às 17 horas é a vez do Teatral Grupo de Risco, com “A princesa engasgada”. Todas as apresentações serão na Praça da Liberdade.

Fotos Aurelio Vinicius