Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Batuque dos Tambores do Tocantins leva tradições do Brasil Central ao palco do Centro Cultural

  • 19 ago 2015
  • Categorias:Geral

Campo Grande (MS) – Com o apoio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, o grupo Tambores do Tocantins apresenta neste sábado (22 de agosto), às 19 horas, no Teatro Aracy Balabanian do Centro Cultural José Octávio Guizzo o espetáculo “Tambores do Tocantins – 15 anos”. A apresentação tem classificação livre e duração aproximada de 75 minutos.

Em 2014, ao completar 15 anos de atividade, o Tambores do Tocantins recebeu um presente: a produção do 1º DVD do grupo, tendo como paisagem a centenária Catedral Nossa Senhora das Mercês e o centro histórico de Porto Nacional (TO). O grupo é formado por jovens músicos oriundos das bases do projeto de arte educação desenvolvidos desde 1999, músicos convidados e colaboradores.

A produção do DVD teve o patrocínio do Prêmio Funarte – Arte Negra 2013 e traz em seu conteúdo um passeio pelos ritmos tradicionais tocantinenses e brasileiros, envolvendo as influências culturais das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. O espetáculo divulga o DVD, percorrendo nos meses de julho e agosto cidades do Tocantins (Araguaina, Paraíso, Gurupi e Palmas), sul-mato-grossenses (Corumbá e Campo Grande), além de Goiás e Brasília.

Antes de se apresentar no Centro Cultural, na Capital, o Tambores do Tocantins participará da abertura do 12º Festival América do Sul Pantanal (FASP), em Corumbá e oferecerá também oficina de produção musical aos participantes.

No repertório, além de músicas autorais do grupo, como “Raoni”, “Tambores do Tocantins” e “Pilão de Dois”, o grupo apresentará trabalhos de outros compositores brasileiros, entre eles os tocantinenses Juraildes da Cruz, Braguinha Barroso, Genésio Tocantins e Dorivã, dos goianos Adalto Bento Leal e Amiltom Carneiro, do paraense Ronaldo Silva e do baiano Raimundo Sodré.

Acervo: Tambores do Tocantins

Acervo: Tambores do Tocantins

Tambores do Tocantins

Nascidos às margens do rio que dá nome à formação, o Tambores do Tocantins representa o batuque histórico de cidades como Porto Nacional e Natividade. A iniciativa de mesclar as peculiaridades da tradição local à musicalidade contemporânea criou um som novo, que se inspira nos sotaques do Nordeste, nos ritmos dos festejos locais e no pulso que vem das influências nortistas do país, como o sussa, catira, roda, baião e samba. São vários gêneros aproveitados em seus espetáculos, cortejos e oficinas.

Embasado em pesquisas das tradições e saberes musicais tocantinenses, o projeto Tambores do Tocantins se dedica à construção dos instrumentos utilizados pelo grupo, com apreço a todas as etapas de feitura dos tambores, desde o tratamento da madeira e produção das peles à execução musical. Agrega-se ao grupo um projeto social de atenção comunitária, oferecendo oficinas e atividades de produção musical.

No percurso histórico iniciado pelo musico percussionista Márcio Bello dos Santos, natural de Campo Grande mas radicado no Tocantins desde 1990, o Tambores do Tocantins vem percorrendo o caminho que esmera pela manutenção da cultura a partir da interpretação de ritmos e da inspiração nas tradições populares, levando ao mundo a frequência da produção cultural. Desde então o grupo já fez diversas apresentações pelo Brasil e na França, Noruega, Itália e Reino Unido, representando a cultura tradicional do Tocantins em vários eventos.

Serviço – Os ingressos serão vendidos a R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia), valida para crianças até 12 anos, estudantes, professores, doadores de sangue e idosos (acima de 60 anos), com a apresentação de seu respectivo comprovante e podem ser adquiridos uma hora antes do inicio do espetáculo na bilheteria do teatro.

O Centro Cultural José Octávio Guizzo fica localizado na Rua 26 de Agosto, 453, entre as ruas Calógeras e a 14 de Julho. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3317-1795.

Contato para a Imprensa:

Márcio Bello: (63) 8421-9265

Reportagem: Jefferson Benicio