Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Aberto no Marco, projeto apoiado pelo FIC amplia conhecimento nas artes visuais

  • 31 mar 2017
  • Categorias:Geral

Campo Grande (MS) – Patrocinado pelo Fundo de Investimentos Culturais (FIC) do Governo do Estado, o projeto “Artes Visuais em MS – Campo Aberto” começou nesta sexta-feira (31) indo até o dia 2 de abril, no Museu de Arte Contemporânea (Marco), com uma série de palestras voltadas a profissionais das artes visuais.

O secretário de Cultura e Cidadania, Athayde Nery, foi quem realizou a abertura do encontro, acompanhado da artista visual Ana Ruas, o superintendente do FIC, Ricardo Maia, a nova coordenadora do Marco, professora Lúcia Montserrat, o gerente de patrimônio cultural da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Caciano Lima, além de importantes personalidades da cultura nacional, palestrantes do evento: Laerte Ramos (SP), Suzana Queiroga (RJ), Janaina Mello (RJ), Divino Sobral (GO) e Roseli Alves (SP).

Idealizadora do projeto, Ana Ruas explica a dimensão que sua ideia quer atingir: “O seminário é a primeira ação deste projeto que tem como objetivo a formação de público para a arte contemporânea em Campo Grande, além de incentivar o debate crítico e difusão de ideia. Isso é resultado de um grande esforço de bons profissionais envolvidos. Vale ressaltar que os artistas Laerte, Suzana e Divino estarão com obras expostas durante o evento”, contou Ana.

 

Elogiando o projeto da artista, o secretário de Cultura e Cidadania, Athayde Nery, ressaltou a importância da valorizar a cultura do Estado, que este ano completa 40 anos de criação. “Ela que chegou há pouco no MARCO com sua “Floresta Encantada”, vem agora contemplada com esse maravilhoso projeto, sempre nos orgulhando nas artes visuais do Mato Grosso do Sul. Estado esse que completa em 2017 seus 40 anos de existência, e por isso, queremos resgatar, com sentimento de gratidão, tudo o que fizeram por ele, valorizando e enaltecendo ações e pessoas que com ele contribuíram”, destacou o secretário.

Para a professora Olivia Hortega, recém formada em artes visuais, “o projeto é enriquecedor, toda programação é voltada para formação e só vem pra enriquecer o currículo de profissionais, estudantes, artistas e interessados em geral nas artes visuais”, elogiou.

Confira a Programação:

31 de março

15h às 17h – MARCO – Museu de Arte Contemporânea

18h30 às 20h30 – Ateliê Ana Ruas

1º de abril

15h às 17h – MARCO – Museu de Arte Contemporânea

18h30 às 20h30 – Ateliê Ana Ruas

2 de abril

15h às 17h – MARCO – Museu de Arte Contemporânea

Palestras:

Formas de navegação: ciência, arte e oceano

Palestrante: Suzana Queiroga (RJ) – Artista brasileira entre os principais expoentes da assim chamada Geração 80;

Percursos na Arte Contemporânea

Palestrante: Laerte Ramos (SP) – Destaca-se no panorama da arte contemporânea brasileira e trabalha com diversas linguagens como, o vídeo, a instalação, a performance e a ação urbana;

A violência na arte contemporânea brasileira

Palestrante: Divino Sobral (GO) – Artista e curador independente, diretor do Museu de Arte Contemporânea de Goiás entre 2010 e 2013 e artista premiado com o Prêmio Curadoria do Prêmio Marcantonio Vilaça CNI SESI SENAI (2015);

Quando o museu é uma escola

Palestrante: Janaina Melo (RJ) – Crítica de arte, curadora, pesquisadora de ensino e de história da arte. Atualmente é gerente de Educação do Museu de Arte do Rio. Foi curadora de Arte e Educação do Instituto Cultural Inhotim, (2007-2012).

A formação dos professores: A arte do encontro ao Encontro da Arte

Palestrante: Roseli Alves (SP) – Atua como facilitadora de redes e coordenadora de programas e projetos que visam contribuir para formação e prática de profissionais da educação como, por exemplo, o site Arte na Escola.

Artes Visuais em MS – Campo Aberto – Contemplado no Fundo de Investimentos Culturais (FIC), o projeto acontece entre os meses de março e setembro de 2017, em Campo Grande. Promoverá além do seminário, intervenções e ações educativas com a proposta de incentivo ao intercambio, debate crítico, difusão de ideias, produção, circulação e oficinas, buscando a formação de público para a arte contemporânea, com enfoque em intervenções e instalações.

Serviço: Outras informações e inscrições poderão ser obtidas diretamente no e-mail contato@anaruas.com.br ou no telefone (67) 99202-4095. O Museu de Arte Contemporânea fica na Rua Antônio Maria Coelho, 6000, no Parque das Nações Indígenas.