Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Alunos de escolas públicas de Corumbá aprendem sobre linguagem circense durante workshop no Fasp

Corumbá (MS) – Estudantes de escolas públicas de Corumbá estão tendo, durante esta semana, oportunidade de entrar em contato mais direto com as manifestações artísticas durante o 15º Festival América do Sul Pantanal. Na tarde desta quarta-feira, 13 de novembro, foi a vez dos alunos do 1º ano do Ensino Médio da Escola Estadual Dr. João Leite de Barros conhecerem um pouco mais sobre a linguagem circense durante o Workshop de Circo.

Os ministrantes, Maurinho Palmeira e Mauro Shiroma, são da Escola de Circo Vivart, de Corumbá, e prepararam este workshop para que os participantes possam vivenciar, de forma lúdica, alguns fundamentos básicos do circo. “O objetivo é fazer com que o aluno desperte o interesse por outra atividade física que não o esporte”, diz Shiroma.

Palmeira e Shiroma receberam o convite para ministrar o workshop de circo no Festival e estão muito felizes pela oportunidade. “A gente está mostrando o circo para quem nem conhecia. Tem gente que nem sabe que tem escola de circo aqui em Corumbá. É a segunda vez que participamos, mas desta vez estamos tendo mais envolvimento, a programação está recheada. Será uma semana inteira com workshop nas escolas e apresentações na tenda”, diz Palmeira

À esq. diretora da escola, Maria Araújo; À dir, coordenadora Marina Gomes

A diretora da escola, Maria Araújo, disse que é a primeira vez que a escola recebe uma atividade do Fasp. “É uma oportunidade para os alunos conviverem com o trabalho artístico e alguns podem até despertar o interesse pela arte. De qualquer forma, estas atividades ajudam os alunos na colaboração com o trabalho em equipe, a aprender a se organizar também”.

Evellyn Maria Soares, de 18 anos, nunca viu uma apresentação de circo, e disse que não vai perder a oportunidade de assistir na tenda durante o Festival “Eu gosto de fazer essas coisas que eles estão ensinando aqui no workshop. Adoro esporte, gosto de estar em movimento. Já participei do Fasp ano passado, cantando na abertura pelo coral da Rede Solidária. Acho importante a programação oferecida aqui na cidade, porque aqui não tem coisas diferentes, e o Festival traz isso pra gente”.

Seu colega Wellington de Souza Carvalho, 17 anos, já teve experiência com circo. “Ano passado, na outra escola que eu estudava, eu fiz um curso de acrobacia em tecido, escalada num pedaço de pano, foi aí que comecei a gostar. Já vi apresentações de escaladas em tecido no circo e de cama elástica. O que me atrai nessas coisas é a atividade física. Eu vejo esta programação do Festival nas escolas como uma oportunidade para as pessoas conhecerem o que é o circo, os ministrantes mostram as possibilidades e as pessoas podem se interessar”.

 

Fasp – Realizado com investimento público da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul e patrocínio da Energisa, Vale, Caixa Econômica Federal e Governo Federal, o 15º Festival América do Sul Pantanal (Fasp) acontece entre os dias 14 e 17 de novembro.

A programação foi pensada para agradar a todos os gostos. E claro, tudo com entrada franca. Mais informações sobre o evento podem ser obtidas na nossa página (hom.fundacaodecultura.ms.gov.br) ou pelo telefone 3316-9109. 

Fotos: Saul Schramm