Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

Três filmes regionais para toda a família curtir de graça no primeiro Autocine de novembro

Em Cordilheira de Amoras II , a dupla de crianças ressignifica elementos do quintal composto por objetos em desuso,

Campo Grande (28/10) —Um bom programa para o início do mês é curtir as atrações do cinema drive-in. No Autocine deste domingo (01.11),  três curtas com produções locais vão abordar nossa cultura e beleza naturais: o documentário Cordilheira de Amora II, a animação A Princesa Pantaneira, o filme, além de um conto lúdico do Grupo DEAC  A sessão acontece às 18h e os ingressos gratuitos mas limitados devem ser retirados na Praça dos Imigrantes até sexta-feira das 8h às 17h.

O evento é uma realização do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul por meio da Fundação de Cultura, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Prefeitura Municipal de Campo Grande (Sisep e Sectur) com o apoio do Serviço Social do Comercio de MS.

Produzido em 2015, o premiado Cordilheira de Amora II, dirigido por Jamille Fortunato acompanha as brincadeiras de Cariane Marines e Clebisson Domingues revelando reflexos da vida urbana na comunidade indígena. Por meio dos jogos cênicos, a dupla de crianças ressignifica elementos do quintal composto por objetos em desuso, descarte e vegetação levando o espectador a diversos questionamentos sobre as estruturas que compõe a vida doméstica e social urbana e como ela penetra e influencia as comunidades aldeãs do Estado.

Já a animação A Princesa Pantaneira, O Filme (2013), de Constantina Xavier Filha narra a estória de Camuela que recebeu dos bichos do pantanal o apelido de Princesa Pantaneira. Assim, o anime apresenta a cultura, a fauna e a flora do Pantanal de maneira didática durante as aventuras da menina que não esquece de arrumar a bagagem com elementos típicos da culinário e da cultura de Mato Grosso Do Sul.

Contando histórias que abarcam a cultura, a fauna e a flora sul-mato-grossense, o Grupo DEAC formado pela Divisão de Esporte, Arte  e Cultura da Secretária Municipal de Educação (Semed), surgiu em 2018 apresentado suas narrativas lúdicas a alunos da capital e este ano, devido a pandemia, se inovou criando perfi no Instagran e um canal no YouTube para dar acessibilidade as crianças que carecem de conteúdos recreativos e, ao mesmo tempo, pedagógicos. Também terá vez no último autocine do mês das crianças.

Autocine

Foi criado em 1972 e funcionou durante 17 anos no mesmo local, ao lado do estádio Morenão. Inicialmente pertenceu à Rede Pedutti, responsável por escolher o os filmes exibidos e por contratar funcionários, O valor da entrada era revertido para a compra de livros da Biblioteca Central da UFMS. Ficou mais de 31 anos desativado e voltou as atividades em junho de 2020 com entrada franca devido a pandemia do Covid-19, como uma opção de entretenimento.- Foi criado em 1972 e funcionou durante 17 anos no mesmo local, ao lado do estádio Morenão. Inicialmente pertenceu à Rede Pedutti, responsável por escolher o os filmes exibidos e por contratar funcionários, O valor da entrada era revertido para a compra de livros da Biblioteca Central da UFMS. Ficou mais de 31 anos desativado e voltou as atividades em junho de 2020 com entrada franca devido a pandemia do Covid-19, como uma opção de entretenimento.

Serviço: Os ingressos são de graça, um por carro, mas limitados e devem ser retirados na Praça dos Imigrantes das 8h às 17h e  está localizada na esquina da Rua Rui Barbosa com a Joaquim Murtinho. A UFMS fica situada  na avenida Costa e Silva, s/n – bairro Universitário. Mais informações pelo telefone 4042-1313, ramal 4307. 

 Texto: Giovanni Dorival e André Messias