Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

18º Proler discute políticas públicas para Livro, Leitura e Literatura

  • 05 out 2017
  • Categorias:Geral

Campo Grande (MS) – Na noite de ontem (4), o 18º Encontro do Proler levou ao público a discussão “Literatura para quê?”, com uma palestra proferida pelos professores Célia Regina Delácio (UFGD) e Daniel Abrão (UEMS). A abertura do evento, que acontece até sábado (7), contou com a presença do Secretário de Estado de Cultura e Cidadania, Athayde Nery, que disponibilizou o apoio da Secretaria de Cultura e Cidadania na formulação de políticas públicas para Políticas Públicas para Livro, Leitura e Literatura (PNLL e PELL) e respaldou a importância da Literatura na sociedade. A solenidade de abertura contou ainda com a apresentação de trechos do espetáculo “Areôtorare”,  do grupo de teatro Imaginário Maracangalha, que leva ao público poesias do poeta corumbaense Lobivar Mattos.

 “A realização de um evento como ess é muito importante neste momento em que se estimula mais o ter do que o ser.Especialmente quando pensamos na infância. Os escritores nos alimentam e que as crianças tenham acesso a esse elemento vital, que é a leitura, para enfrentarem a barbárie. Os valores de direitos humanos e paz, sem o acesso à cultura e à leitura é muito difícil de se conquistar. Falar deste assunto é fundamental e nos leva a pensar na intolerância dos dias atuais”, refletiu Nery.

Nesta mesma linha de pensamento, a professora Célia Regina Delácio (UFGD) defendeu que é impossível ter cidadãos mais humanos sem uma política de formação de leitores, sem o investimento em acervos de livros nas escolas públicas. “Repensar a situação da estrutura geral do ensino médio e a retirada da disciplina literatura enquanto currículo é emergente. Que tempos são estes que temos que defender o óbvio”, destacou a professora.

O professor Daniel Abrão (UEMS), lembrou as várias faces da importância da literatura para a vida e para a arte. “A literatura como arte sempre correu perigo porque ela cria uma realidade questionadora. Viemos levantar estes temas que não têm alcançado a discussão. Viemos escancarar este silêncio e defender uma escola emancipadora e a liberdade de expressão”, argumentou.

O 18º Encontro do Proler continua hoje, às 19 h, no SESC Morada dos Baís com o Circuito de Autores – Arte da Palavra. Estarão presentes os escritores Alexandre M. Rodrigues (SP) e Vanessa T. Trajano (PI).

Fotos: Daniel Reino