Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

‹ Voltar

12º Festival América do Sul Pantanal eleva a auto-estima de artistas de MS

Campo Grande (MS) – Na manhã de hoje, a Secretaria de Estado de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação (SECTEI) lançou o 12º Festival América do Sul Pantanal, que acontece em Corumbá de 20 a 22 de agosto, no auditório da governadoria. Segundo a organização, este ano, o evento estará em sintonia com os cidadãos corumbaenses, ladarenses e bolivianos. “Vai ser um encontro da América Latina e da criatividade que reunirá as águas da cultura e do turismo”, afirmou o secretário da SECTEI, Athayde Nery.

O governador Reinaldo Azambuja explicou que apesar da nova roupagem, a preocupação foi garantir a continuidade deste evento que já integra uma política de Estado, e não de governo. “Temos que fortalecer estas estruturas importantes. São nos momentos de crise que temos que ser criativos. O festival vai ser um sucesso. Estamos governando fazendo parcerias, e esta do festival já deu certo, afirmou.

Para a secretária adjunta da SECTEI, Andréa Freire as expectativas são boas. “Estamos trabalhando com novos valores subjetivos mas que com o tempo serão reconhecidos pela população. Esperamos que as pessoas participem. O calor do povo corumbaense e ladarense já tem nos ajudado muito e é essa receptividade que faz o sucesso do festival.

A compositora Juci Ibanhez, uma das atrações desta edição afirmou que o secretário Athayde Nery conseguiu elevar  a auto-estima dos artistas com a nova organização dos festivais sul-mato-grossense. “Os cahês ainda não são os ideais mas melhoraram muito. Estou muito feliz porque eles estão realizando o evento com muita garra devido às dificuldades financeiras. Me surpreendeu a quantidade de artistas sul-mato-grossenses que irão participar e para mim está sendo uma honra representar o samba de Campo Grande”, festejou.

O violonista Marcelo Loureiro já participou anteriormente do 1º Festival América do Sul junto com Yamandu Costa. Ele também participará este ano e disse que traz uma ótima lembrança daquela edição. “Este evento vem mostrar que temos um enorme potencial cultural e atrações de alto nível. Melhor ainda é o fato da valorização dos artistas da casa”, comemorou.

Segundo o compositor Paulo Simões, o público só tem a agradecer a intensa e diversificada programação do festival. Estou saindo de um Festival de Inverno de Bonito maravilhoso do qual participei do início ao fim e partindo para esse outro grande festival. O banquete cultural vai ser saboroso, finalizou.

Mais informações no site http://www.festivalamericadosulpantanal.com